Farsa Diabólica
Filmes

Rachel Weisz vai estrelar a nova adaptação de Farsa Diabólica

Tomas Alfredson, de O Espião Que Sabia Demais e do sueco Deixa Ela Entrar, será o diretor

Diego Barbarossa

14 out, 2021

Rachel Weisz vai produzir e estrelar a nova adaptação de Farsa Diabólica (Séance on a Wet Afternoon, no original), com a direção de Tomas Alfredson, que comandou O Espião Que Sabia Demais.

Segundo o Deadline, Alfredson entra no projeto substituindo Harry Bradbeer, que permanece como produtor executivo no filme. Bradbeer acabou tendo que deixar a direção para comandar a sequência de Enola Holmes.

O roteiro é assinado por Jack Thorne, que escreveu a partir de um rascunho que elaborou com Bradbeer. Thorne é roteirista da série His Dark Materials, da HBO, e também esteve no texto de Enola Holmes, que saiu em 2020 pela Netflix.

O filme é baseado no aclamado romance de mesmo nome escrito por Mark McShane, lançado em 1961. A história acompanha uma autoproclamada medium que convence o seu marido a sequestrar uma criança para que ela possa ajudar a polícia a resolver o caso, e assim ficar famosa por suas "habilidades".

O livro de McShane já foi adaptado para os cinemas em 1964, com a direção e roteiro de Bryan Forbes, e estrelado por Richard Attenborough e Kim Stanley. Stanley foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz, e também recebeu indicações ao BAFTA.

Farsa Diabólica ainda não possui data de estreia, e sua produção será pela Legendary junto da produtora de Weisz, a Apetite Pictures.

Weisz, conhecida por A Favorita e O Jardineiro Fiel, está produzindo e estrelando a série Dead Ringers, com o Amazon Studios. A série é uma releitura do filme Gêmeos - Mórbida Semelhança, de David Cronenberg. Ela acabou de sair do universo da Marvel com sua personagem central em Viúva Negra.

Deixe um comentário