Colunas

Durante a pandemia, Ceará produz um novo longa de animação a distância

Vinícius Augusto Bozzo

11 mar, 2021

A pandemia da Covid-19 impactou o mundo todo violentamente. Na saúde, vidas perdidas e uma corrida científica em busca de soluções. Na economia, as medidas necessárias para preservar a população forçaram uma grande crise. A desigualdade social amplia seu tamanho com o cenário atual. E o audiovisual brasileiro no meio de tudo isso. As cidades em lockdown. Gravações suspensas ou com rígidos e necessários protocolos. A animação, como um importante braço desta indústria, está sobrevivendo por conta do trabalho em home office. É possível fazer animação mesmo com animadores, ilustradores, roteiristas e atores em casa.

"Todo Mundo Já Foi Pra Marte!" longa de animação do Ceará

No Ceará, a Tusche Produções encara uma missão espetacular: produzir um longa-metragem de animação, quase que em sua totalidade, à distância. Todo Mundo Já Foi pra Marte! é dirigido por Telmo Carvalho e produzido por Mariana Medina. O filme é um documentário experimental que mostra a vida dos mais de 50 animadores do Ceará durante a pandemia. Os artistas, dentro dos seus próprios estilos, narram a sua perspectiva deste histórico e difícil período.

"As técnicas são várias: 2d tradicional, 2d digital, cut out, 3D digital, stopmotion com diversos materiais, pixilation, recorte, tinta, café, o que a imaginação alcançar", destaca Mariana. O filme é o único longa-metragem no gênero animação selecionado pelo Edital de Apoio ao Audiovisual Cearense - Lei Aldir Blanc, divulgado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) em outubro de 2020. Pensando na importância deste edital para um mercado que, como tantos outros, foi prejudicado pela pandemia, Mariana juntou um grande time para colocar a ideia no edital.

"Quando saiu o edital eu tive uma ideia e o Telmo ajudou a lapidar. Para dar forma ao projeto e ao roteiro, chamei a Thaís Emília, a Carolina Carlini e o Levi Magalhães para me ajudarem. Entramos em contato com alguns animadores e pedimos para mandarem um texto descrevendo o momento da pandemia para eles. Com estes textos, fizemos o projeto e o roteiro. Agora em produção, chamamos o Petrus de Bairros para escrever um roteiro que interligue todas as histórias", explica. O edital, com uma prazo superapertado, exige a entrega no dia 30 de abril de 2021. Depois disso, o longa deve rodar o circuito de festivais nacionais e internacionais. E, em breve, assim que o fim da pandemia permitir, um lançamento deverá acontecer.

Tive a alegria de participar um pouquinho do projeto, nas produção e direção das cenas em time lapse que farão parte das animações dentro do longa. E acompanhando de perto todo o processo, posso afirmar que o material está ficando muito bonito. A equipe é formada por um time de feras da animação cearense das cidades de Fortaleza, Caucaia, Uruburetama, Itaoca, Juazeiro do Norte, Beberibe e Icapuí. Estou supercurioso pelo resultado!

A produção de um longa no Ceará é muito significativa nesse momento e mostra a força desse segmento para o audiovisual do estado e do Brasil. Todo Mundo já Foi Pra Marte!, mesmo ainda em produção, já faz história. É um bom e precioso alento em uma jornada de desafios do último ano. Que a arte continue se inspirando, mesmo que seja na dificuldade, para alcançar ainda mais pessoas.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário