Eragon
Filmes

Eragon | Autor dos livros pede a Disney que faça novas adaptações

A primeira e última adaptação para cinema e TV foi o filme lançado em 2006

Diego Barbarossa

22 jun, 2021

Christopher Paolini, autor da quadrilogia Eragon, foi ao Twitter para pedir aos fãs de sua saga que chamem à atenção da Disney para realizar uma nova adaptação de sua obra.

No pedido, Paolini pede que utilizem a hashtag #EragonRemake. Confira o tweet abaixo:

"Tragam o trovão, Alagaësianos. Vamos fazer a Disney ouvir vocês rugirem. Use a hashtag #EragonRemake, mencionem a Disney no tweet e deixem eles saber que queremos ver uma adaptação apropriada de Eragon".

O seu primeiro livro, que inicia a saga chamado de Ciclo - A Herança, ganhou sua adaptação para os cinemas e home video em 2006, produzido pela 20th Century Fox - na qual a Disney acabou ganhando os direitos da obra quando fez a compra da Fox, em 2017.

Na trama, quando o jovem Eragon encontra na floresta uma pedra azul polida, acredita que poderá ser uma descoberta de sorte para um simples rapaz do campo: talvez sirva para comprar carne que alimentará a família durante o inverno. Mas, no momento em que um dragão nasce de dentro da pedra, Eragon percebe que está diante de um legado quase tão antigo quanto o do próprio Império. Da noite para o dia, de uma vida pacata, ele é lançado para um arriscado novo mundo movido pelas tramas do destino, da magia e do poder. Empunhando uma espada lendária e seguindo as sábias palavras de um velho contador de histórias, Eragon e o leal dragão terão de se aventurar por terras perigosas e enfrentar inimigos sombrios em um Império governado por um rei cuja maldade não conhece fronteiras. Ao jovem foi dada a responsabilidade de alcançar a glória dos lendários heróis da Ordem dos Cavaleiros de Dragão. Será que conseguirá vencer os obstáculos que o destino lhe reservou? Agora as suas escolhas poderão salvar - ou destruir - o mundo em que vive.

O longa, dirigido por Stefen Fangmeier e com o roteiro adaptado por Peter Buchman, sofreu várias críticas, e contou com um orçamento de US$ 100 milhões, alcançando o valor de US$ 249 milhões nas bilheterias mundiais. John Malkovich, Edward Speleers, Jeremy Irons e Sienna Guillory estrelaram o filme.

Deixe um comentário