Westworld | Guia para embarcar na série cyber-distópica da HBO

201
Westworld - Desvendando mistérios da série

A quarentena tem dado mais tempo para nos dedicarmos ao mundo das séries. A que provavelmente tem despertado mais atenção de muita gente é Westworld, da HBO.

Com um visual cada vez mais incrível e a recente adição de Aaron Paul (“bitch!”) ao elenco, a série retorna para sua terceira temporada disposta a fazer zoada e aumentar seu alcance, ambicionando assumir o trono entre os grandes hits televisivos da cultura pop atual.

Se você é do time dos que tentaram começar a série e logo desistiu diante de uma trama aparentemente confusa (e não se incomoda COM SPOILERS que facilitem sua jornada), abaixo tentaremos clarear um pouco seu horizonte.

Linhas temporais

Linhas temporais

Um dos fatores que mais confundiram os espectadores na primeira temporada de Westworld foram suas linhas temporais, mostradas de forma desordenada. Muito do que aparentemente se passa no momento atual da série na verdade está no passado. Isso diz respeito a toda a trama que envolve o personagem William (Jimmi Simpson) e seu cunhado Logan (Ben Barnes). William por sinal é o responsável pelo grande plot twist do primeiro ano da série, quando descobrimos que seu personagem é o Homem de Preto, interpretado por Ed Harris na linha temporal mais avançada.

Arnold x Bernard

Arnold x Bernard

Outro grande plot twist da primeira temporada da série é a revelação de que Bernard (Jeffrey Wright) na verdade é uma máquina. O personagem, braço direito do Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), todo o tempo viveu acreditando ser de carne e osso e acaba descobrindo que é uma réplica de Arnold, antigo sócio de Westworld que trazia um olhar mais humano sobre as máquinas e tentou evitar a inauguração do parque promovendo uma chacina entre elas – e tramando sua morte em meio a isso.

O labirinto e a autoconsciência

O labirinto e a autoconsciência

Durante todo o primeiro ano da série, o Homem de Preto concentra-se em seu propósito de encontrar o labirinto, que ele acreditava ser o principal mistério a ser desvendado no parque. Sua empreitada leva-o a descobrir que o labirinto está mais para um conceito que corresponde ao encontro da autoconsciência pelas máquinas. Ao revisitar fragmentos de memória de situações anteriormente vividas, algumas delas começam a despertar para a realidade do quem realmente são. De forma paradoxal, enquanto tais máquinas parecem transcender em direção à humanidade, os seres de carne e osso transformam-se cada vez mais em “máquinas” desumanas.

Maeve e sua filha

Maeve e sua filha

Maeve (Thandie Newton) é a cafetina de Westworld. Sua jornada a conduz por um caminho onde a anfitriã do parque descobre que é uma máquina. Tendo sonhos recorrentes onde passeia com uma criança em um campo, logo ela descobre que isso vem de lembranças passadas, onde a personagem vivia no parque como uma fazendeira com sua filha. Em sua luta para se libertar do controle dos humanos, ela renega tal memória para depois entender que a forte lembrança a conectava com sua “humanidade”, sendo uma memória central que não deve ser apagada.

Última narrativa de Ford

Última narrativa de Ford

Anthony Hopkins não foi escolhido à toa para interpretar o criador do parque Dr. Robert Ford. Sua forte presença contribui para facilitar a ideia de que temos uma espécie de Deus entre os humanos. Um Deus com traços de psicopatia, pela fácil associação de sua imagem a de Hannibal Lecter (seu mais icônico personagem). Apreciador das artes, Ford revela imensa vaidade com sua criação e caprichosamente lapida as máquinas de Westworld sem entendermos a princípio onde ele quer chegar. Com o tempo, descobrimos que seu personagem – talvez cansado das mesmas histórias e limitações nas quais suas “obras de arte” são submetidas – parece ter reconhecido que o antigo sócio Arnold estava certo e, diante disso, escreve uma derradeira narrativa onde deixa brechas para que os anfitriões possam alcançar a autoconsciência. Um legado que o personagem parece levar muito a sério.

Os episódios inéditos da terceira temporada de Westworld são exibidos todos os domingos, às 22h, na HBO.

Continue no CosmoNerd para mais novidades, listas e análises da cultura pop, geek e nerd. Aproveite para nos seguir em todas as redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram e Youtube) para não perder nenhuma novidade.