7 cachorros fuleiragens que também fariam os Bolsonaro de trouxas

101
bolsonaro e os cachorros que fariam a família bozo de trouxa

Já não é segredo para ninguém nesse mundo que o Brasil tem a “honra” de ser presidido pela figura mais tosca possível de todos os tempos: o excrementíssimo Jair Messias Bolsonaro. Ou Bozo, para os mais íntimos.

Dependendo do dia e do horário, é uma nova situação ridícula e absurda do presidente que precisamos assimilar, e um caso recente foi do cachorro Augusto, adotado pela família.

Muito fofo, concorda? Pois acontece que o pobre cão já tinha dono e só queria quebrar o isolamento por um tempinho pra poder curtir a vida (rumores apontam para fornicação), e o destino acabou levando-o para o que podemos classificar como a teta do diabo, ou então, a família Bozo. Ah, e seu nome verdadeiro é Zeus.

É um regresso significativo. De maioral do olimpo, que manda e desmanda em outros deuses poderosíssimos como Atena e Ares, o bichano ganhou uma alcunha digna de outros passadores de pano bolsonaristas, como você pode observar na montagem a seguir:

Desse modo, e seguindo com o virtuoso espírito de que não é preciso muita inteligência para fazer um bolsonarista de trouxa, resolvemos trazer aqui para você uma lista com mais alguns animaizinhos fuleragens que iriam se aproveitar da falta de massa encefálica da família Bozo (o melhor é o último). Confira:

1Muttley

Depois de tanto militar contratado pelo Bozo para fazer o que chamamos de “porra nenhuma”, não vai demorar para que eles comecem premiar a si mesmos pela honra ao mérito de não terem serventia para o país. Nesse cenário Muttley seria o cachorro ideal, pois possui bom histórico com medalhas e sacanearia Jair e qualquer um desse desastroso governo o tempo todo. É como se ele vivesse no paraíso, onde teriam milhares de otários no nível do Dick Vigarista para ele enganar.

2Scooby-doo

Querem achar a esposa do Queiroz? Nada melhor que um detetive renomado como Scooby-doo para cuidar do caso, o que seria o pavor da família Bolsonaro, enfiada até o pescoço em falcatruas de ordens infinitas como rachadinha, enriquecimento ilícito, especulação imobiliária em área controlada por milicianos e por aí vai. Se der bobeira (e os Bozo sempre dão), Scooby-doo descobre até quem mandou matar Marielle. Te cuida, Johnny Bravo!

3Mr. Peanutbutter – BoJack Horseman

Vindo da excelente animação da Netflix, BoJack Horseman, Mr. Peanutbutter é um labrador dotado de nem tanta inteligência assim, tendo servido na série como um exemplo de político despreparado que acaba sendo eleito para um cargo importante, (no caso, governador do estado da Califórnia). Mas vamos ser sinceros, até ele conseguiu ser um político menos pior que o nosso Messias. Fica a dica para futuras eleições: votar num cachorro ao invés do candidato mais tosco possível.

4Coragem

Você pode estar se perguntando como um cão covarde faria a família presidencial de trouxa, mas vamos lembrar que Coragem já salvou Eustácio e Muriel de monstros horrendos e de alta periculosidade. Uma família que é composta pelo Carlos Frutinha, Eduardo Bananinha e Flávio Laranjinha não deve ser exatamente um problema. Afinal, mesmo que ideologicamente, essa turma só quer saber de dinheiro.

5Pluto

Com esse aqui a família Bozo se sujeitaria a qualquer humilhação voluntariamente, visto que a maior chance de encontrar o Pluto é na Disney, local que combina bastante com os ideais bolsonaristas. Engraçado mesmo seria eles cuidando do bichano a pedido do próprio Donald Trump. Muitas botas (e patas) serão lambidas!

6Frank (MIB)

E se ao invés do pobre Augusto a família Bolsonaro tivesse adotado Frank, o pug da franquia MIB – Homens de Preto? Pra quem não se lembra, o cão é na verdade um alienígena infiltrado que fornece informações úteis para a agência que controla a presença de seres extraterrestres na Terra. Ele faria a turma do planalto de trouxa logo na entrada, visto que ele sequer acreditam que nosso planeta é redondo.

7Babe – O Porquinho Atrapalhado

Eu não vou ficar surpreso se o Bozo adotar um porquinho fofo como Babe achando que é um cachorro. Afinal, esse era um dos temas no filme de 1995, onde o pequeno suíno realizava atribuições dos cães. Pensavam que ele se considerava um cachorro. No limite, pode ser que Bebe até ajude o Bozo a organizar seus gados (assim como ele fazia com as ovelhas), afinal, são cada vez menos por aí, sempre pedindo a volta do AI-5 ou pautas ridículas do tipo.

Ou então pode acontecer uma verdadeira revolução dos bichos, com o porco assumindo o poder. Isso porque no segundo filme, intitulado Um Porquinho Atrapalhado na Cidade, Babe promove uma igualitária distribuição de alimentos ao se deparar com um abrigo de animais abandonados. Ele é comunista!