5 dicas para se tornar um proplayer em eSports

33
esports-game-proplayer
Foto de Philipp Keller no Pexels

Modalidade menos impactada pelas paralisações ocasionadas pela pandemia de coronavírus, eSports atraem jovens em busca de fama e fortuna

O mercado brasileiro de eSports tem caminhado para se tornar uma potência mundial. É no Brasil que acontecem os principais eventos da modalidade na América Latina. As altas premiações e a projeção oferecidas aos atletas de eSports têm se tornado chamarizes cada vez mais atraentes para jovens ligados no mundos dos games. 

Se o sonho comum aos garotos brasileiros antes era ser um craque do futebol, hoje já é possível ter o gostinho de ser ovacionado por um estádio jogando videogame. Por exemplo, o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), já teve sua fase decisiva promovida num estádio de futebol lotado.

Para muitos, pode parecer fácil se tornar um craque em um determinado jogo eletrônico. No entanto, para ser capaz de concorrer aos milhões em prêmios que são ofertados no Brasil e no mundo, é preciso estar em um patamar diferente, que só pode ser alcançado por meio de muito sacrifício e dedicação. 

Essa parte compete apenas ao atleta de eSports em desenvolvimento. Outras coisas são fundamentais para compor um campeão de nível mundial nos jogos eletrônicos. Por isso, preparamos algumas dicas práticas que podem ajudar a encurtar o caminho rumo aos principais pódios do circuito mundial de eSports.

Para começar, seu PC deve ser potente

A ideia de praticar um jogo de videogame parece bastante atraente e divertida. Porém essa experiência só será minimamente prazerosa se o seu equipamento for capaz de rodar os principais jogos sem sustos. Um bom notebook voltado para o usuário médio provavelmente não será tão bom para a prática dos eSports quanto uma máquina voltada aos gamers. Mas, um computador com recursos de áudio e vídeo reforçados pode custar caro. Uma alternativa para a montagem de um setup de respeito, sem gastar muito, são os sites de leilão online, onde é possível arrematar equipamentos eletrônicos de alto nível a preços módicos.

Treinar é praticar

Jogar videogame por horas a fio, e ainda receber por isso, soa como um sonho para a maioria. Mas a verdade é que encarar uma rotina de treinos nos eSports não é para qualquer um. É preciso ter disciplina e resistência. Não se pode treinar apenas quando tiver vontade, tampouco largar a prática ao primeiro sinal de cansaço. Além disso, um proplayer de eSports treina acompanhado de uma análise técnica, visando cobrir pontos fracos e aprimorar pontos fortes, independentemente do jogo em questão.

Preparação física e psicológica

As jornadas nos eSports são longas, desgastantes e exigem muito foco e atenção. Para resistir bem a essas intempéries, o atleta de eSports deve se dedicar não somente à prática do jogo de sua especialidade, mas também às atividades físicas e de bem estar mental. Não adianta ser o melhor de determinada modalidade e acabar ficando de fora de um torneio importante por conta de dores nas costas e nos braços, pelo tempo em excesso sentado. Para exercitar o foco e a tranquilidade necessários para um bom desempenho, a meditação é algo altamente recomendável.

Ter referências é fundamental

Apesar de bastante recente, o circuito mundial de eSports já tem atletas que fizeram história e que sempre serão referências para as demais gerações. Essas são as referências mais óbvias que um aspirante a proplayer pode ter, e elas vão ajudar muito. Mas, observar adversários de níveis mais alcançáveis também será importante, tanto para aprender o que fazer, quanto para saber o que não fazer em determinadas situações. Aprender com os erros dos outros vai te poupar de muitos dissabores na sua caminhada.

Fique ligado no calendário de competições de eSports

A dedicação aos treinos fará com que o aspirante a proplayer atinja um nível de excelência ideal para competir. Mas nada como uma competição para trazer lições ao atleta de eSports. Ninguém se sente totalmente pronto antes de entrar em um torneio para valer. É preciso começar. Portanto, seja você um praticante de Dota 2, de Counter Strike: Global Offensive, de Starcraft II, de Fifa ou de Street Fighter, é importante ficar ligado no calendário de torneios regionais e nacionais, para colocar à prova tudo o que você treinou, além de ver de perto as performances dos que estão correndo atrás do mesmo sonho que você.

Publicidade