outlast horror game
Listas

5 jogos de horror para quem tiver coragem

Becky C.

16 out, 2020

Antes de tudo, preciso estabelecer com vocês que há uma diferença entre "horror" e "terror". Terror é um gênero que pretende causar medo psicológico, ou seja, nos deixar na expectativa de algo ruim acontecer; já o horror é uma mistura de terror com repulsa, trazendo esses sentimentos após ver, ouvir ou experimentar uma determinada situação. Ou seja, terror é aquele sentimento de ansiedade, de medo, enquanto o horror é feito para chocar, te deixar assustado. Dito isso, podemos ir em frente.

Na lista passada, apresentamos 5 jogos de terror - sejam novos ou não, infantis ou não. Dessa vez, buscamos um pouco mais fundo: jogos de horror. Quem de nós é corajoso o suficiente para desbravar esses títulos que causam pesadelos em muita gente?!

Outlast

outlast

E o que o deixa tão horrível? Por ser um mero jornalista, Miles não tem armas e não sabe como se defender, no máximo empurrando os inimigos, se escondendo e fugindo. Porém, o local é completamente escuro, e o jogador só consegue enxergar por meio da câmera de vídeo do protagonista, que possui visão noturna. Infelizmente para quem joga, a bateria vai acabando e você precisa passear pelo local em busca de mais, correndo o risco de topar com habitantes ou aparições, e você nunca sabe pelo que esperar...

Amnesia

amnesia

Lançado em 2010 para PC e, posteriormente, em 2016 para PS4, o jogo recebeu críticas positivas e chegou a receber diversos prêmios.

A história é simples, a princípio: você é Daniel, e não sabe onde está ou como chegou ali. Sem memórias, você precisa recuperá-las, enquanto enfrenta horrores que vem tanto de fora, quanto de dentro de si. Assim, é fundamental que o protagonista consiga distinguir o que é real ou não durante a história, para que possa se manter são.

O jogo é single player em primeira pessoa. Seu personagem não terá nenhuma arma, tendo que contar apenas com sua inteligência e criatividade para sobreviver no cenário, sendo ambientado em um misterioso castelo. A mecânica principal do jogo é manter a sanidade, então, muito cuidado, pois você nunca sabe o que tem detrás de cada porta...

Alien Isolation

alien isolation

"Alien: o oitavo passageiro" é um clássico, disso todo mundo sabe. Então, nada mais natural do que tentarem resgatar todo o terror sentido nos filmes para os jogos. Infelizmente, falharam muitas vezes até chegarem em "Alien Isolation", que resgata com pompa e glórias todo o horror que procuramos, inclusive, se passando 15 anos após os acontecimentos do filme de 1979.

Aqui, o jogador controla Amanda Ripley - sim, a filha da maravilhosa Ellen Ripley, que foi vivida por Sigourney Weaver nas telonas. Aqui, Ellen está desaparecida desde o incidente da nave Nostromo e surge uma oportunidade para a jovem investigar o paradeiro de sua mãe. Claro que, como boa trama, tudo dá errado e Amanda se vê presa na estação espacial Sevastopol. Sem armas e contando apenas com equipamentos à mão, a jovem Ripley explora a estação em busca dos companheiros. Infelizmente para ela, acaba esbarrando no seu pior pesadelo: um Alien. Praticamente sem recursos e sozinha, Amanda precisará usar tudo o que tem para sair com vida da estação espacial.

O jogo é em primeira pessoa, e conta com trilha sonora e ambientação para criar um clima tenso. Além disso, a criatura é inteligente e imprevisível, o que ajuda a dar aquele cagaço na hora de tomar decisões. E, para coroar, ele traz muitos elementos diretamente do filme original, com alguns fan services bem colocados.

Layers of Fear

layers of fear

Lançado em 2016, não parece ter feito o mesmo estardalhaço que os outros, mas deveria.

A história parece simples, como todos os outros: você é um pintor do século XIX que precisa terminar a sua obra-prima. Assim, você deve procurar pelos materiais e ingredientes necessários para isso, enquanto passeia pela sua mansão e acaba tendo que desvendar o que aconteceu ali, pois, surpresa, o protagonista é completamente louco.

A mecânica do jogo é simples, e os puzzles não são desafiadores a ponto de você se irritar, já a ambientação baseada na estilística do século XIX, com uma paleta mais escura, uma iluminação sinistra e uma trilha sonora que deixa todos os seus cabelos em pé criam a imersão perfeita. Além disso, a história é complexa e envolvente, até mesmo com tons reflexivos, cheio de camadas - assim como as pinturas.

Soma

soma jogo

Desenvolvido pela mesma empresa que "Amnesia", este jogo foi lançado em 2015 e foi bem recebido pela crítica e pelos jogadores.

Aqui, o protagonista está em uma base subaquática futurista, sem saber como chegou ali e tendo que fugir de criaturas horríveis.  A história na verdade é muito mais do que isso, sendo complexa e envolvente, de maneira que você se vê junto com Simon, o protagonista, atrás de respostas.

Apesar dos gráficos não serem um dos melhores, a ambientação é tão boa que você esquece desse detalhe, causando uma imersão completa no jogo. A música ambiente e os efeitos sonoros fazem uma diferença monstra nessa imersão, sendo os responsáveis por boa parte do horror sentido durante a história. Esta última demora um pouco para engrenar, com o intuito de ambientar bem e nos acostumarmos com a situação, o que pode causar uma certa frustração nos apressadinhos, mas os fãs de uma boa história serão recompensados no final.

Gostaram na nova lista? Que jogo de horror você acha que faltou? Comentem conosco!

Deixe um comentário