Deputado pretende criminalizar jogos violentos no Brasil

91
jogos violentos

O deputado Júnior Bozzella (PSL-SP) apresentou um projeto de lei que procura criminalizar jogos violentos no Brasil. A ideia do deputado é criminalizar todo tipo de importação, a venda, a cessão, o empréstimo, a disponibilização ou o aluguel de apps ou jogos que possuam conteúdo violento.

A punição para o “crime” seria uma multa ou um período de três a seis meses de detenção. Caso a prática aconteça pela internet ou outra mídia de massa, a pena seria triplicada. O deputado ainda quer punir provedores através do Marco Civil da Internet que disponibilizam jogos violentos em seus serviços, por motivo de “incitação à violência”.

As discussões sobre a influência dos jogos violentos nos jovens voltou depois do atentado de Suzano. O Senado brasileiro informou que pretende fazer uma audiência pública sobre o assunto. Mais cedo esse ano um artigo científico britânico informou que não encontrou relação entre comportamento violento com jogos digitais.

Publicidade