parasita
Filmes

Parasita fecha Festival 125 de Cinema com clássicos

Edipo Pereira

6 jul, 2021

O Festival 125 Anos de Cinema chega ao fim nesta semana com produções que marcaram o cinema internacional contemporâneo. Desde dezembro, o festival fez um resgate completo começando pelos irmãos Lumière até Parasita, longa sul-coreano de 2019 que fez história e quebrou a barreira do cinema internacional com um roteiro que gira em torno de duas famílias separadas pelo abismo da desigualdade social. No sábado (10) e no domingo (11), o Telecine Cult reune títulos aclamados pelo público e pela crítica nos últimos anos. Todos os filmes, diretores e movimentos cinematográficos podem ser acessados a qualquer momento na plataforma de streaming do Telecine

No sábado, destaque para a animação japonesa Akira, um dos maiores e mais influentes animes da cultura pop, os três filmes da Trilogia das Cores - A Liberdade É Azul, A Igualdade É Branca e A Fratenidade É Vermelha - do cineasta polonês Krzysztof Kieslowski; A Vida É Bela, drama dirigido e estrelado por Roberto Benigni, que venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro; e Dente Canino, produção grega que ganhou visibilidade na mostra paralela à seleção oficial do Festival de Cannes, em 2009.

Já no domingo, o Cult apresenta Priscilla, A Rainha Do Deserto, clássico atemporal que acompanha duas drag queens e uma transexual em uma viagem de ônibus pelo deserto australiano; No (2012), indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro com direção do chileno Pablo Larraín e protagonismo de Gael García Bernal; Relatos Selvagens, com Ricardo Darín e também nomeado à estatueta de filme estrangeiro no Oscar de 2015; Parasita, primeiro filme asiático e de língua não-inglesa a vencer o Oscar de Melhor Filme e Melhor Filme Estrangeiro, e que ainda levou a estatueta de Melhor Diretor para Bong Joon-Ho e Melhor Roteiro Adaptado; e Rafiki, primeiro longa-metragem do Quênia a ser exibido no Festival de Cannes.

Festival 125 Anos de Cinema: Cinema Mundial Contemporâneo

SÁBADO (10)

Akira

No Telecine Cult, dia 10, às 13h05

Após o terrorista conhecido como Akira destruir Tóquio em 1988, nasce a cidade de Neo Tóquio que, 31 anos depois, ainda sofre com outros ataques. Tetsuo, membro de uma gangue de motoqueiros, ganha poderes sobrenaturais após ser cobaia em um projeto militar secreto. Agora, cabe ao seu antigo companheiro Kaneda e a rebelde Kei impedirem o pior.

Diretor: Katsuhiro Ôtomo
Elenco: Nozomu Sasaki, Mitsuo Iwata, Mami Koyama
Japão. 1988. Animação. 123 min.

Ghost In The Shell: O Fantasma Do Futuro

No Telecine Cult, dia 10, às 15h20

No ano de 2029, os humanos possuem ciber-cérebros capazes de acessar longas redes de informações. Motoko, agente líder de uma unidade secreta chamada Esquadrão Shell, é encarregada de investigar a ameaça de um hacker especializado em invadir os ciber-cérebros dos cidadãos. Durante a busca, porém, ela se envolve em uma perigosa rede de intrigas políticas.

Diretor: Mamoru Oshii
Elenco: Atsuko Tanaka, Iemasa Kayumi, Akio Ôtsuka
Japão, Reino Unido. 1995. Animação. 80 min.

A Liberdade É Azul

No Telecine Cult, dia 10, às 16h50

Em luto por perder a filha e o marido ao mesmo tempo, Julie decide se isolar. No entanto, ela é encarregada de terminar um trabalho deixado pelo marido e, durante o processo, acaba descobrindo mais sobre o passado do homem e sobre si própria. Dirigido por Krzysztof Kieslowski, o filme é o primeiro da Trilogia das Cores e ganhou três Globos de Ouro, incluindo o de Melhor Filme Estrangeiro.

Diretor: Krzysztof Kieslowski
Elenco: Juliette Binoche, Benoît Régent, Florence Pernel, Charlotte Véry, Emmanuelle Riva, Julie Delpy, Zbigniew Zamachowski
França. 1993. Drama. 94 min.

A Igualdade É Branca

No Telecine Cult, dia 10, às 18h35

Após a esposa Dominique pedir o divórcio, o imigrante polonês Karol se vê sem trabalho, nas ruas e obrigado a deixar a França para voltar à sua terra natal. Lá ele faz fortuna e começa a armar um plano de vingança contra a ex-esposa. Dirigido por Krzysztof Kieslowski, o filme é o segundo da Trilogia das Cores e foi indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim.

Diretor: Krzysztof Kieslowski
Elenco: Zbigniew Zamachowski, Julie Delpy, Janusz Gajos, Juliette Binoche
França, Polônia, Suiça. 1994. Romance. 88 min.

A Fraternidade É Vermelha

No Telecine Cult, dia 10, às 20h15

A modelo Valentine atropela um cachorro e acaba conhecendo um juiz aposentado enquanto busca o dono do animal. Quando ela descobre que o homem tem como passatempo ouvir conversas telefônicas alheias, os dois constroem uma inusitada amizade. Dirigido por Krzysztof Kieslowski, o filme é o terceiro da Trilogia das Cores.

Diretor: Krzysztof Kieslowski
Elenco: Irène Jacob, Jean-Louis Trintignant, Jean-Pierre Lorit, Frédérique Feder, Juliette Binoche, Benoît Régent, Zbigniew Zamachowski, Julie Delpy
França, Polônia, Suiça. 1994. Suspense. 95 min.

A Vida É Bela

No Telecine Cult, dia 10, às 22h

Durante a Segunda Guerra Mundial, o judeu italiano Guido é aprisionado em um campo de concentração nazista com o filho. Para tentar amenizar o horror que cerca o garoto, Guido usa do humor para tentar fazê-lo acreditar que tudo não passa de uma grande brincadeira. Dirigido por Roberto Benigni e vencedor de três Oscars, incluindo o de Melhor Filme Estrangeiro.

Diretor: Roberto Benigni
Elenco: Roberto Benigni, Nicoletta Braschi, Giorgio Cantarini
Itália. 1997. Drama. 115 min.

Dente Canino

No Telecine Cult, dia 10, à 00h05

Três adolescentes vivem isolados com os pais. Sem nunca ter contato com o mundo exterior, os jovens começam a ter questionamentos completamente desassociados da realidade. Quando eles se rebelam contra o aprisionamento, a situação foge do controle. Dirigido por Yorgos Lanthimos e indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Diretor: Yorgos Lanthimos
Elenco: Christos Stergioglou, Michele Valley, Angeliki Papoulia, Hristos Passalis, Mary Tsoni
Grécia. 2009. Drama. 97 min.

DOMINGO (11)

Priscilla, A Rainha Do Deserto

No Telecine Cult, dia 11, às 11h55

A drag queen Bernadette se une a Tick e Adam, que no palco assumem as personas de Mitzi e Felicia, para uma viagem. A bordo do ônibus Priscilla, o grupo se aventura pelo deserto australiano, onde irão encontrar temores e aventuras. Vencedor do Oscar de Melhor Figurino.

Diretor: Stephen Elliott
Elenco: Terence Stamp, Hugo Weaving, Guy Pearce
Austrália. 1994. Musical. 103 min.

No (2012)

No Telecine Cult, dia 11, às 13h50

No Chile de 1988, o governo ditatorial convoca um plebiscito para perguntar se a população apoia os militares. Cabe, então, ao publicitário René Saavedra gerir a campanha do "Não" e convencer o povo a acabar com o regime. Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Diretor: Pablo Larraín
Elenco: Gael García Bernal, Alfredo Castro, Antonia Zegers
Chile, Estados Unidos, França, México. 2012. Drama. 117 min.

Relatos Selvagens

No Telecine Cult, dia 11, às 16h

Seis histórias cômicas que beiram o absurdo expõem o lado selvagem do ser humano. Enquanto passageiros de um avião lotado descobrem ter um vínculo incomum com o piloto, uma garçonete aparentemente inofensiva se depara com seu maior inimigo sentado à mesa. Além disso, uma guerra no asfalto é iniciada entre dois viajantes, enquanto um homem testa sua paciência em meio a um processo burocrático. Por último, um pai tenta acobertar o crime de seu filho e um casamento sai totalmente do controle. Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Diretor: Damián Szifron
Elenco: Ricardo Darín, María Marull, Mónica Villa, Darío Grandinetti, Leonardo Sbaraglia
Argentina, Espanha, França, Reino Unido. 2014. Comédia. 117 min.

Guerra Fria

No Telecine Cult, dia 11, às 18h10

Durante a Guerra Fria pós Segunda Guerra, o músico polonês Wiktor se apaixona pela cantora Zula. Completamente diferentes um do outro, eles vivem uma paixão impossível enquanto tentam fugir da opressora Polônia para a boêmia França dos anos 50. Indicado a três Oscares, incluindo o de Melhor Filme Estrangeiro.

Diretor: Pawel Pawlikowski
Elenco: Joanna Kulig, Tomasz Kot, Borys Szyc
França, Polônia, Reino Unido. 2018. Drama. 88 min.

Retrato de Uma Jovem em Chamas

No Telecine Cult, dia 11, às 19h50

Na França do século 18, a mãe de Héloïse contrata a pintora Marianne para que ela faça um retrato da filha sem que a garota saiba. As duas passam os dias juntas para que, à noite, Marianne possa pintar sua modelo. Mas o relacionamento entre elas começa a ficar cada vez mais intenso.

Diretor: Céline Sciamma
Elenco: Adèle Haenel, Noémie Merlant, Valeria Golino, Luàna Bajrami
França. 2019. Drama. 119 min.

Parasita

No Telecine Cult, dia 11, às 22h

Sinopse de Parasita: Ki-Woo é convencido pelo amigo a substituí-lo temporariamente no cargo de professor particular da jovem Da-hye. Ao chegar na casa da menina, ele vê que se trata de uma família muito rica, comandada pela supercontroladora Yeon-Kyo, esposa de um importante empresário. Ao lado dos pais e da irmã, com quem vive em péssimas condições, Ki-Woo arma um plano perfeito para que todos consigam emprego na mansão. Mesmo assim, a trama que parecia sem erros fica comprometida quando imprevistos começam a acontecer.

Diretor: Bong Joon-Ho
Elenco: Song Kang-Ho, Choi Woo-Sik, Jo Yeo-Jeong, Jang Hye-Jin, Park So-Dam
Coréia do Sul. 2019. Suspense. 132 min

parasita-filme-sul-coreano-bong-joon-ho

Parasita mostra a desigualdade e conflito de classe na Coreia do Sul.

Parasita-filme-pré-indicado-ao-oscar-de-melhor-filme-estrangeiro

Cena do filme Parasita, com os irmãos tentando sinal de internet num local bastante peculiar

Rafiki

No Telecine Cult, dia 11, à 00h20

Mesmo sendo filhas de famílias rivais políticas, as jovens quenianas Kena e Ziki são amigas inseparáveis. Aos poucos, as duas começam a viver uma intensa paixão, desafiando as leis do Quênia que criminalizam a relação homossexual. Agora, as duas precisam escolher entre serem livres ou viver em segurança.

Direção: Wanuri Kahiu
Elenco: Samantha Mugatsia, Neville Misati, Nice Githinji
Alemanha. França. África do Sul. 2018. Drama. 82 min.

Deixe um comentário