GLOW | O que esperar da 4ª temporada na Netflix

0
140
glow-netflix-3a-temporada
GLOW

A terceira temporada de GLOW chegou recentemente na Netflix, trazendo episódios ambientados em um Las Vegas dos anos 1980. Nossa crítica você pode conferir aqui, onde abordamos os pontos fortes e fracos do programa.

Aproveitando o embalo, também selecionamos alguns pontos do que podemos esperar na 4ª temporada de GLOW. Confira:

1Destino de Ruth

Após um exaustivo ano em Las Vegas, a personagem de Alison Brie parece ter rompido com Debbie, com quem tinha uma espécie de relacionamento abusivo onde ela sempre se viu diminuída pela amiga após tê-la traído. Pelo jeito, agora ela irá em busca da carreira de atriz que sempre sonhou.

2Canal GLOW

Depois de uma jogada esperta, Debbie e Bash (que abocanhou US$ 40 milhões de herança) adquiriram um canal de TV, o que abre grandes possibilidades para a 4ª temporada da série na Netflix.

3Machu Picchu fora

Uma das lutadoras mais legais de GLOW, a personagem de Britney Young pode ser considerada a alma do grupo. Parece que na 4ª temporada ela tentará seguir carreira na luta-livre junto com seu irmão, desfalcando o programa. Mas sua personagem ainda possui muitas camadas a serem exploradas, então seguir sua vida fora é uma chance para a série explorar ainda mais o mundo da luta-livre.

4Liberty Bell

Cada vez mais assumindo um lado canalha, justificado pelo mundo extremamente machista que a sufoca, Debbie deve sofrer alguma consequência por ter passado a perna no seu namorado Tex. Seus dilemas como a maternidade e a relação com Ruth também devem continuar a serem explorados.

5Sam Sylvia

Nos últimos episódios, Sam ficou de fora do programa para buscar um estúdio que comprasse a ideia de filme de sua filha. Após o sucesso nessa empreitada, a 4ª temporada deve mostrar os desdobramentos desse projeto, onde o personagem vivido por Marc Maron será o diretor. Outra coisa que fica pendente, no entanto, é a sua relação com Ruth após uma briga.