Mercado cosplay em Fortaleza

1

Então, queria compartilhar com vocês algo que venho observando há um bom tempo: a dificuldade para a produção de cosplays aqui em Fortaleza. Em outras cidades, capitais mais desenvolvidas, existem facilidades que infelizmente ainda não temos aqui, não estou querendo dizer que, em São Paulo por exemplo, é tudo um “mar de rosas” mas sim que existe uma maior variedade pra esse público, e um mercado mais amplo.

Gente, é horrível. Porque eles não tem muitos meios de divulgação, já que a cultura japonesa e pop aqui é bem desvalorizada, é raro de se achar um espaço realmente decente para expor, divulgar, etc. Além  disso, temos também a questão da mão de obra, por exemplo, é muito difícil achar uma costureira que consiga fazer um trabalho bom com os cosplays, desde o corte até o ultimo brilho a ser colocado na roupa. É um trabalho bem minucioso e complexo, nem todas querem fazer, e quando fazem… sai bem caro, existem também aquelas que não conseguem/sabem fazer o molde da roupa, dai, você tem que recorrer a mais um profissional (e gastar mais dinheiro) para fazer o corte do seu “look”. Hoje em dia, conseguimos comprar algumas coisas pela internet, mas são coisas básicas, tipo maquiagem ou um acessório.

Alguns cosplayers optam por fazerem suas roupas sozinhos, mas vamos combinar, nem todo mundo tem dom artístico suficiente pra isso, rsrs. Outros, juntam dinheiro por muito tempo pra fazer algo bem legal. E, sério, eu fico muito feliz quando vejo que as pessoas que gostam de fazer isso não desistem mesmo com as dificuldades.

Trouxe pra vocês alguns exemplos de cosplayers  que são incríveis, e que não desistem de fazer o que gostam!

Cosplay de Jéssica Julie: Gumi Megpoid, Roromiya Karuta e Canário Negro

Por enquanto é isso, pessoal! Espero que tenham gostado do post, deixem ai seus comentários, dicas e compartilhem com seus amigos!

Até o próximo!