leonardo-dicaprio-o-lobo-de-wall-street
Listas

O Lobo de Wall Street: 11 curiosidades sobre o filme

CosmoNerd

9 dez, 2020

O Lobo de Wall Street é com certeza um daqueles filmes que, apesar de não ser tão recente, pode ensinar muito sobre os dias atuais. Lançado em 2014, o longa nos traz muitas lições sobre o capitalismo, a vida, o trabalho e, principalmente, sobre dinheiro.

A história é baseada na vida de um corretor da bolsa de valores, interpretado pelo astro Leonardo DiCaprio. Para muitos amantes do mercado financeiro, esse filme incentivou a pegar um empréstimo on-line para começar seu próprio negócio.

Além disso, O Lobo de Wall Street também carrega algumas curiosidades nas criações de suas cenas. Conheça quais são:

1 – O filme foi muito pirateado 

Em 2014, este filme foi o título mais pirateado e teve mais de 30 milhões de downloads ilegais. 

2 - O conteúdo explícito do filme fez com que ele fosse proibido em alguns países

No Nepal, na Malásia e no Quênia, o filme foi proibido de ser exibido devido a sua classificação restritiva e as cenas picantes que ele contém. Já em alguns outros países, o filme pôde ser exibido, mas somente em uma versão cortada. 

3 – Os atores cheiravam vitamina B 

As cenas em que o elenco aparece cheirando cocaína na verdade estavam cheirando vitamina B. Elas foram esfareladas e utilizadas para imitar a droga. 

4 -  Um grande lucro

Devido ao seu grande sucesso, o filme rendeu ao diretor Martin Scorsese o maior lucro da sua trajetória profissional. O lucro bruto do filme ficou em torno de U$ 392 milhões.

5 - Interpretando a si mesmo 

O investigador particular de Jordan Belfort interpretou a si mesmo no filme, pois se tratava da sua profissão e personalidade. 

6 – Dando continuidade ao trabalho 

Depois do Lobo de Wall Street, Jordan Belfort escreveu um programa de televisão que segue uma linha muito parecida com a do filme. 

7 – Um verdadeiro festival de beijos 

Para gravar a cena em que beijava a personagem Emma (Joanna Lumley), Leonardo DiCaprio teve que beijá-la 27 vezes durante as gravações. Tudo isso foi necessário para que a cena ficasse perfeita e não transparecer o nervosismo que os atores sentiam no momento.

8 – Em busca de referências 

Para se inspirar e buscar por referências para suas cenas mais explícitas, Leonardo DiCaprio assistiu filmes picantes, como o famoso filme pornográfico Calígula.

9 – O filme foi recorde em palavrões

Segundo a revista Variety, este filme bateu o recorde de quantidade de palavrões ditas pelos atores em produções americanas. 

10 - Troca de atrizes 

Originalmente, Julie Andrews teria realizado o papel de Emma, mas, durante as gravações, ela estava se recuperando de uma lesão no tornozelo, e, portanto, não pôde aceitar o papel.

11 - Jordan Belfort processou a Red Granite Pictures e o presidente dela

O corretor, cuja história serviu de inspiração para criação do filme, processou os criadores, pois afirma que não vendeu os direitos da sua história que foi publicada em dois livros da Red Granite. Ainda, segundo ele, é injusto que eles continuem lucrando com a sua biografia. 

Conclusão

Além dessas curiosidades, o filme O Lobo de Wall Street nos ensina muito sobre como devemos nos comportar em relação ao dinheiro. 

Uma das primeiras coisas que vemos é que o nosso controle emocional deve estar equilibrado. Isso pode ser determinante nas nossas decisões. 

Outra coisa muito evidente no filme é o quanto o dom da oratória é necessária nas nossas estratégias de marketing, inclusive, uma das mais importantes. 

O diálogo é capaz de convencer clientes, persuadir o próximo e te ajudar a alcançar objetivos. 

Também é importante lembrar que uma boa liderança é fundamental para manter uma equipe motivada. Se você quer saber como escolher estratégias que te ajudem a fazer isso, uma boa dica é que assista ao filme.

Certamente você saberá como se tornar um líder melhor, um trabalhador mais focado, e como ser rico em todos os sentidos da sua vida.

Deixe um comentário