Becky C.

1 fev, 2022

Hqs e Livros

Fantasia nacional e escrita por mulher é boa? Não. É EXCELENTE.

Em Rio de Sangue e Magia, Nevra de Ragni deixou o reino onde cresceu pensando que seria para sempre. Mas quando o rio da magia quebra suas margens e volta a correr por lugares onde não passava há milênios, ela é convocada de volta para casa. Ekerion estava no rio quando as margens se romperam - não perto o bastante para entender o que aconteceu, mas o suficiente para ter certeza de que havia sido proposital. E longe o bastante para sentir o poder que impediu que algo bem pior acontecesse: uma magi em um reino humano. Nevra é a única chance de Ekerion descobrir o que está acontecendo, mesmo que ela seja tudo que ele sempre aprendeu a desprezar. Ekerion é a única chance de Nevra escapar de um cargo que seria uma prisão, mas também é um bárbaro, um dos demônios consumidos pela magia que ela foi treinada para caçar. E trabalhar juntos é apenas o começo.

Rio de Sangue e Magia é bom?

Demais! Comecei esperando um grande chiclêzão da romantasia - nada de errado nisso, adoro - e, novamente, Thais consegue se superar dando não somente o tom clichê que amamos, mas roupagens únicas para a sua história.

Em Livro da Ilusão, entramos nos dilemas de Nevra, que não quer ser parte de um sistema político e faz de tudo para evitar que isso aconteça, por sorte, sua mãe adotiva, Numa, a apoia nessa decisão, deixando-a livre para decidir o que é melhor para si. Por outro lado, temos Ekerion, membro de uma raça considerada demoníaca por Nevra e os seus, que acaba tendo que se tornar um aliado para descobrir o que está realmente acontecendo com a magia, com o Conselho da cidade natal de Nevra e a Assembleia do povo de Ekerion. Toda essa intriga, jogos de poder, acaba atropelando os dois, que vão precisar confiar um no outro para resolverem seus problemas.

Todos os pontos são muito bem trabalhados, no qual a autora mantém abertas várias possibilidades para a continuação, mas sem parecer que são buracos acidentais. Com muito cuidado, os babados são descortinados para irmos descobrindo juntamente com os protagonistas. Simplesmente cativante, de forma que vamos lendo com muita curiosidade e talvez até com muita sede ao pote, no meu caso. Além de, óbvio, passar o livro INTEIRO shippando os personagens principais. Ô mulher pra conseguir criar uma química boa até mesmo em pessoas que supostamente não se suportam, armaria! Fiquei mais da metade do livro na pontinha dos pés em cima do sofá, ansiosa por passar as páginas.

Thais também é muito boa para capturar nossa atenção, e segue um estilo de narrativa que eu adoro, que é o de nos jogar em uma situação e ir descortinando aos poucos os detalhes daquele universo, sem ser expositiva demais, dosando o que precisamos saber em cada momento em que nos encontramos no livro.

O lançamento do volume 2 da saga Rio de Sangue e Magia, Livro do Poder, está previsto para dia 25/02/2022, então, dá tempo de todo mundo ler, chorar e correr pro abraço! Ele já está de pré-venda na Amazon, com preço promocional ein! Compra AQUI ó!

Avisos de Conteúdo do livro

Características de ansiedade, xenofobia (retratada), sangue, morte/assassinato.

Deixe um comentário