Ben Affleck deveria abandonar o Universo DC?

0

Há um aparente desgaste na relação entre Ben Affleck e Warner, e isso não é nada bom para o Batman

A recente saída de Ben Affleck da direção de The Batman trouxe algumas certezas, ao mesmo tempo que levantou mais mistérios não apenas sobre o morcegão crossfit apresentado por Zack Snyder em Batman Vs Superman: A Origem da Justiça, mas também a respeito de todo o universo cinematográfico da DC Comics.

O que se sabe oficialmente sobre as motivações para o abandono da cadeira de diretor é a falta de tempo para conciliar o trabalho de cada função, uma vez que Ben Affleck atua tanto no personagem quanto no roteiro desse novo Batman. O cineasta até mencionou que precisa de um parceiro para, alguém para dividir com ele o pesado fardo que dirigir um filme desse porte traz. Seria caso então de um diretor que abaixe a cabeça para seus mandos e desmandos, ou então um de porte mais respeitoso e experiente a ponto de deixar as coisas no eixo?

Capa do filme com Superman e Batman se olhando

Há um aparente desgaste na relação entre a Warner (dona da DC) e Ben Affleck, afinal, por que aceitar um trabalho para meses depois dizer que “é muita coisa”? Vale lembrar também que recentemente o filme A Lei da Noite (drama policial dirigido estrelado por Affleck) sofreu um revés que contabiliza cerca de US$75 milhões de prejuízo para a Warner Bros, de acordo com a Variety.

LEIA TAMBÉM: AS OPÇÕES PARA DIRIGIR THE BATMAN APÓS A SAÍDA DE BEN AFFLECK

Para alimentar ainda mais a confusão, também há o fato de que o responsável pelo roteiro do próximo filme do morcego é o mesmo de BVS, Chris Terrio ,que está trabalhando numa nova versão à partir da feita por Affleck e Geoff Johns. A informação soa como uma ofensa visto que foi justamente o roteiro um dos pontos fracos do filme mal editado (dentre tantas outras coisas mal feitas por Snyder). Será que esse fato pesou na decisão de sair da direção? Talvez não, visto que Terrio trabalhou com Affleck em Argo. Mas nunca se sabe os danos que BVS pode ter causado nas relações estúdio adentro.

Mas seria isso o suficiente para um futuro rompimento? Boatos apontam a intenção do ator/diretor/roteirista em deixar o universo DC após sua participação nos filmes da Liga e no próprio The Batman (algo dito nesse podcast). Seria o famoso “fazer o seu e pular fora”. Logicamente, mesmo se isso fosse verdade, nada impediria que o ânimo e as motivações do ator sejam renovadas com um eventual sucesso dos filmes da DC, a começar pela Mulher Maravilha mesmo. Já sobre The Flash e Aquaman, não dá para esperar muita coisa.

Às vezes precisamos apenas de um sinal, algo minimamente positivo (mas promissor) em meio ao caos para que as coisas comecem a melhorar, e o prazer em se fazer o que sabe voltar. E quanto à qualidade de Ben Affleck não há dúvidas, é um cara que frequentemente se provou em Hollywood, e pode muito bem dar a volta por cima agradando assim o seu ego e o dos fãs ao mesmo tempo.

Mas a Warner precisa ajudar.