Silencio-da-Chuva daniel filho
Filmes

Silêncio da Chuva | Filme irá encerrar o 30º Cine Ceará

Longa será exibido dia 11 de dezembro no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, respeitando os Protocolos de Reabertura para Cinemas do Governo do Ceará

Edipo Pereira

13 nov, 2020

"Silêncio da Chuva", longa de Daniel Filho inspirado no romance policial de Luiz Alfredo Garcia-Roza, será o filme de encerramento do 30º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, exibido em sessão hors-concours no dia 11 de dezembro, no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, respeitando os Protocolos de Reabertura para Cinemas do Governo do Ceará. O roteiro é assinado por Lusa Silvestre (“Estômago”, “O Roubo da Taça” e “A Glória e a Graça”), a produção é da Lereby, em coprodução com Globo Filmes e distribuição da Elo Company.

O longa narra a saga do detetive Espinosa (Lázaro Ramos) e da policial Daia (Thalita Carauta) em solucionar o mistério que envolve a morte do executivo Ricardo (Guilherme Fontes), encontrado baleado sentado ao volante de seu carro, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. A primeira atitude da dupla é procurar pela viúva, Bia (Cláudia Abreu). Tudo se complica quando ocorre outro assassinato e pessoas envolvidas no caso começam a desaparecer. O longa-metragem conta ainda com Mayana Neiva, Otávio Muller, Bruno Gissoni, Anselmo Vasconcelos, entre outros.

Thalita Carauta recebeu o prêmio de melhor atriz no BRICS Film Festival, realizado na Rússia. Publicado em 1996, “O Silêncio da Chuva”, que abre a série de livros do emblemático detetive Espinosa, recebeu os prêmios Nestlé e Jabuti e foi publicado em nove países. Para fazer a transcrição do livro para as telas, Daniel Filho trouxe a história do romântico Bairro Peixoto da década de 90 para o Rio de Janeiro hostil e chuvoso de 2018.

Lázaro Ramos (que dirige o especial Falas Negras), Cláudia Abreu, Mayana Neiva, Thalita Carauta, Otavio Muller, Pedro Nercessian, Bruno Gissoni, Peter Brandão, Raquel Fabbri, Theresa Amayo, Késia Estácio estão no elenco, que conta com a participação especial de Guilherme Fontes e Anselmo Vasconcellos.

Deixe um comentário