o senhor dos anéis
Filmes

O Senhor dos Anéis está completo na HBO GO

Edipo Pereira

11 jan, 2021

A trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis, baseada nos romances homônimos do escritor britânico J. R. R. Tolkien, já pode ser encontrada na HBO e no serviço HBO GO. Os três filmes, ideais para uma maratona, foram produzidos, escritos e dirigidos por Peter Jackson, e protagonizados por Elijah Wood, Orlando Bloom, Ian McKellen, Viggo Mortensen e Sean Asti.

A SOCIEDADE DO ANEL (2001)

Baseado no primeiro livro da saga O Senhor dos Anéis, o filme inaugural da trilogia nos apresenta à Terra-Média, que um dia foi dominada pelas trevas de Sauron e seu Um Anel. Após uma guerra violenta, o Um Anel é perdido. Anos depois, por uma coincidência do destino e muita coragem, Frodo e seu fiel amigo Sam terão que levar o anel até a Montanha da Perdição e destruir o tal anel antes que ele caia novamente nas mãos de seu dono. Para isso, terão consigo A Sociedade do Anel, composta por outros dois hobbits, Merry e Pippin, o mago Gandalf, o elfo Legolas, o anão Gimli e os humanos Aragorn e Boromir nessa empreitada de onde poderão não sair com vida.

AS DUAS TORRES (2002)

Neste filme, Frodo e Sam estão sozinhos e perdidos enquanto são perseguidos pela criatura Gollum, que tem uma obsessão pelo anel, que o possuiu durante anos. A Sociedade do Anel  foi repartida, com Frodo e Sam indo sozinhos até à Montanha, enquanto Pippin e Merry são capturados por Uruk-hai, obrigando Aragorn, Legolas e Gimli a irem atrás deles, enquanto lidam com a perda de Boromir e Gandalf.

O RETORNO DO REI (2003)

Nesta última parte da viagem, Aragorn, Legolas, Gimli e Gandalf conseguiram unir-se à Rohan para ajudar Gondor, nas Minas Tirith, em sua luta contra o exército de Sauron, que marcha para lá. Enquanto isso, Frodo e Sam estão em seu limite, escapando de diversas armadilhas e inimigos para conseguir chegar até o topo da Montanha, adentrando no território de Mordor.  Este último filme da trilogia ganhou 11 Oscars e é considerado um dos melhores da história do cinema.

Deixe um comentário