Filmes

Joaquin Phoenix ataca a falta de diversidade no seu discurso no BAFTA [em português]

Raphael (Ph) Carmo

3 fev, 2020

O ator Joaquin Phoenix ganhou o BAFTA 2020 de melhor ator por Coringa e entregou um poderoso discurso atacando o racismo e falta de atores não-brancos na premiação. Confira o vídeo em inglês e nossa tradução em português logo abaixo:

"Eu me sinto muito honrado e privilegiado de estar aqui essa noite. O BAFTA sempre apoiou muito minha carreira e eu sou profundamente grato. Mas eu preciso dizer que também me sinto conflituoso por que vários de meus colegas atores que mereciam não tem esse mesmo privilégio.

Acho que mandamos uma mensagem bem clara às pessoas de cor de que elas não são bem vindas aqui. Acho que é essa mensagem que mandamos para pessoas que contribuíram tanto para nossa mídia e nossa indústria de modos que nos beneficiamos. Eu acho que ninguém gosta de ganhar nada de graça, preferência ou tratamento especial, mesmo que isso seja o que nos damos todos os anos.

Eu acho que as pessoas só querem ser reconhecidas, apreciadas e respeitadas pelos seus trabalhos. Isso não é uma condenação auto-justificada, por que eu sinto dizer que também sou parte do problema. Eu não fiz tudo que podia para garantir que o sets de filmagem que eu estava fossem mais inclusivos. Mas eu acho que é mais do que ter sets que são multi-culturais.

Nós temos que realmente trabalhar duro para realmente entender o racismo sistemico. Eu acredito que é obrigação das pessoas que perpetuaram, criaram e se beneficiam de um sistema de opresão sejam as mesmas que acabem com isso. Então é por nossa conta", concluiu Joaquin Phoenix.

Em 2020, dentre os mais de 100 indicados ao BAFTA, menos que 5 eram não-brancos.

Continue no CosmoNerd para mais novidades, listas e análises da cultura pop, geek e nerd. Aproveite para nos seguir em todas as redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram e Youtube) para não perder nenhuma novidade.

Deixe um comentário