Filmes

Bob Cuspe ganha apoio para a corrida ao Oscar 2022

Edipo Pereira

22 jan, 2022

A animação Bob Cuspe -- Nós não gostamos de gente, dirigida por Cesar Cabral, que tem como protagonista o clássico personagem do cartunista Angeli, está na corrida para concorrer à categoria de “Melhor Animação” do Oscar 2022. E, por este motivo, haverá uma sessão aos membros da Academia, em Los Angeles, neste sábado (22), patrocinada pela recém-lançada Fresh People.

É a primeira iniciativa da produtora de linguagens, novo hub dentro da agência de comunicação Press Pass, liderada por Christine Caterina e Emmanuel Filho.

A escolha em apoiar o filme, sem investimento da iniciativa pública, mostra o principal objetivo da produtora: fomentar a contracultura, a arte e a produção independente resistente ao retrocesso do cenário atual do país.

Simultaneamente ao evento em Los Angeles, a Fresh People convida os amigos brasileiros, que seguem o mesmo ideal de uma arte brasileira, livre, criativa, disruptiva e sem censura, para assistirem ao filme, através de um link de acesso. Conhecendo, assim, um pouco mais sobre a obra de um dos mestres do cartoon no Brasil.

Sobre o filme e autor

“Bob Cuspe -- Nós não gostamos de gente” é uma animação stop-motion que mistura documentário, road-movie e o humor presente na obra de Angeli. O personagem surgiu em 1983, auge no movimento punk paulistano como uma espécie de alter ego do autor, transformando-se em uma das suas criações mais queridas pelos.

Bob Cuspe teve destaque nas páginas da revista de quadrinhos independente criada pelo próprio Angeli, “Chiclete com Banana”, que também reunia trabalhos de cartunistas clássicos, como Laerte e Glauco. Aos 65 anos, ele já foi eleito o melhor chargista brasileiro por mais de 16 vezes. Suas tiras já foram publicadas em veículos de grande circulação no Brasil, Espanha, França, Itália e Argentina.

Único filme brasileiro, “Bob Cuspe -- Nós não gostamos de gente”, disputa uma das cinco vagas de “Melhor Animação” ao lado de 25 produções dos Estados Unidos, República Tcheca, Japão, China e Dinamarca. A obra já foi premiada pelos festivais Annecy e Ottawa, dois dos mais importantes do gênero, e estreou na 45a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Assista ao trailer no topo da postagem.

Falamos sobre a produção em nosso podcast, o Se Anime. Ouça aqui!

Deixe um comentário