Pela segunda vez, o cineclube Cine Phenomena participa da Virada Cultural de São Paulo, realizada de 18 a 19 de maio. Durante mais de 20 horas, o espaço Ademar Guerra, que compõe o porão do Centro Cultural São Paulo, será palco de uma programação gratuita voltada ao cinema nipônico.

Com o tema “Deuses e Monstros do Japão”, o projeto apresenta nove filmes e uma coreografia, “Corporis”, criada especialmente para o evento pela Companhia de Dança Projeto Kiwa. Ela será apresentada na abertura, antes da exibição do longa “Daimajin”, que terá audiodescrição.

Na tela, os destaques são a antologia “Memories” (1995), dirigida por Katsuhiro Ôtomo, famoso pelo longa animado “Akira”; o musical de rap japonês “Tokyo Tribes” (2014), dirigido por Sion Sono, um dos mestres do cinema nipônico atual; e o raríssimo “Daimajin” (1966), cuja trama conta com a história de um deus que se manifesta como uma estátua gigante de pedra para vingar o povo das perversidades de um déspota tirano.

“A efervescência cultural de São Paulo não seria tão multi facetada sem a influência da cultura japonesa que permeia a cidade. Buscando apresentar ao público títulos menos óbvios e conhecidos do cinema da terra do sol nascente, a programação escolhida pela equipe do Phenomena traz uma chance única de desfrutar pérolas esquecidas que só o delirante cinema nipônico sabe conceber”, explica Cauê Custódio, curador e diretor do festival.

A recepção e abertura da mostra serão feitas pela cosplayer Marcy, artista influenciada pelas estética cyberpunk e pelos mangas de Junki Ito.

Os ingressos serão distribuídos 1 hora antes de cada sessão na bilheteria do CCSP.

O Cine Phenomena realiza esta mostra com apoio da Secretaria de Cultura de São Paulo e da Darkside Books.

PROGRAMAÇÃO

18 DE MAIO, SÁBADO

23:59h – Performance “Corporis” + exibição de “Daimajin”
Corporis
Coreografia: Cesar Dias. Com: Cesar Dias, Giovanna Melo e Isabel Lima. 11 min.
A performance da Cia. Projeto Kiwa é inspirada na atmosfera da dança Butoh, que surgiu no Japão pós-guerra e ganhou o mundo na década de 1970. Nesta obra, a técnica é revisitada com um contexto gestual contemporâneo. “Corporis” é a ressignificação do movimento contido que em determinados momentos extrapola a energia reprimida seguindo para explosão visceral. Três corpos distintos que pairam sobre as incertezas da busca pelo horizonte inalcançável. As corpulências desgastadas e esquecidas almejam serem conectadas ao entorno. É a oscilação entre o lânguido e o preciso.

Daimajin (1966)
Direção: Kimiyoshi Yasuda. 84 min. Sessão com audiodescrição.
Uma estátua de pedra gigante ganha vida para proteger os moradores de uma pequena cidade contra as perversidades de um senhor da guerra maligno. O diretor Yasuda deu início a essa soberba franquia que se baseia fortemente em espiritualidade e superstições com um toque de horror e doses saudáveis de ação samurai; destaque para os ótimos efeitos especiais vintage mostrando poderoso Majin executando sua vingança divina.

19 DE MAIO, DOMINGO

02h – Memories (1995)
Direção: Kôji Morimoto, Tensai Okamura e Katsuhiro Ôtomo. 113 min
Filme anime, é constituído por três segmentos: “Magnetic Rose”, dirigido por Kôji Morimoto, “Stink Bomb”, dirigido por Tensai Okamura e “Cannon Fodder”, dirigido por Katsuhiro Ôtomo. Todos os segmentos são baseados em histórias curtas de manga escritas por Otomo. Fãs de “Akira”não podem perder essa!

04h – Tetsuo – The Iron Man (1989)
Direção: Shinya Tsukamoto. 67 min
Esta ficção científica em preto e branco é influenciada pelo Cyberpunk e é acompanhada por uma banda de música industrial. Na trama, um punk é atropelado por um condutor que foge. Gravemente ferido, o jovem reconstrói o seu corpo mutilado com pedaços de metal, tornando-se Robopunk.

05h30 – Godzilla vs Destoroyah (1995)
Direção: Takao Okawara. 103 min
Godzilla está esquentando e sua energia nuclear está à beira de explodir. Quando as forças da Terra tentam congelar Godzilla, outro monstro acidentalmente emerge: Destoroyah. Podem as forças da Terra parar estas duas bestas antes que haja um colapso monstruoso?

11h – Gantz: 0 (2016)
Direção: Yasushi Kawamura e Keiichi Sato. 95 min
O filme em computação gráfica é baseado no mangá “Gantz”. Na trama, após passar por situações perigosas, um grupo de estranhos é levado para um apartamento onde uma misteriosa esfera exige que eles se envolvam em batalhas contra alienígenas monstruosos.

13h20 – Zeiram
Direção: Keita Amemiya. 92 min (1991)
Neste filme de ficção científica japonês, um caçador de recompensas alienígena chamado Iria vem à Terra para lutar com Zeiram, uma criatura alienígena imortal com uma cabeça estranhamente moldada que se assemelha a um chapéu de aba larga. Com a ajuda de seu parceiro, Bob, e de dois eletricistas japoneses, ela luta contra Zeiram em uma dimensão artificial chamada Zona.

16h – Tokyo Tribes (2014)
Direção: Sion Sono. 119 min
É uma adaptação da série de mangá homônima. A versão cinematográfica é um musical hip-hop insano, com pegada de videoclipe, personagens caricatos e lutas surpreendentes. Um Mad Max Neon, Akira Cômico Live-Action, Sin City Anime, One Piece Fetichista, Warriors Harajuku… Tudo isso ao mesmo tempo e nada a ver. “Tokyo Tribe” beira o indescritível.

19h – Wicked City (1887)
Direção: Yoshiaki Kawajiri. 82 min
Filme neo-noir de horror, é baseado no romance de mesmo nome de Hideyuki Kikuchi. A história se passa no final do século 20, onde o mundo humano convive secretamente com o mundo dos demônios. Os dois universos são separados por uma fronteira protegida por uma força policial secreta conhecida como a Guarda Negra.

20h30h – Kuroneko (1968)
Direção: Kaneto Shindô. 99 min. Sessão com audiodescrição.
Do realizador do aclamado “Onibaba” (1964), este filme surgiu quatro anos depois, com produção da famosa Toho Company. Filmado em preto e branco, é um filme de fantasmas baseado no folclore japonês. Conta a história de uma maldição fantasmagórica iniciada por uma vingança e intensificada pelas memórias de um amor.

SOBRE O CINE PHENOMENA
Desde 2014, o Cine Phenomena, cineclube dirigido por Cauê Castelo, promove exibições mensais de cinema fantástico e suas vertentes. Já foram realizadas mais de cem exibições em espaços culturais renomados da cidade de São Paulo, como o Centro Cultural São Paulo, o MIS e o Mirante 9 de Julho. Em outubro, o projeto realizou a primeira edição de uma mostra competitiva, o Phenomena Festival, com exibição de mais de 80 filmes nacionais e estrangeiros.

SERVIÇO
Cine Phenomena na Virada Cultural – Deuses e Monstros do Japão
Quando: 18 e 19 de março, das 23:59h às 22h
Onde: Centro Cultural São Paulo – R. Vergueiro, 1.000, Paraíso
Quanto: Grátis. Os ingressos serão distribuídos 1 hora antes de cada sessão na bilheteria do CCSP.  

FICHA TÉCNICA
Curadoria e direção Geral: Cauê Custódio
Produção: 
Isabella Melo
Arte: 
Raphael Motta
Projeção: 
Matheus Marchetti e Mauricio Hornek
Iluminação: 
João Paulo Belentani

Continue no CosmoNerd para mais novidades da cultura pop, geek e nerd. Aproveite para se inscrever em nosso canal do Youtube, ativando as notificações para não perder nenhuma novidade em vídeo.