Série da Netflix que trata sobre mães de primeira viajem, Turma do Peito ainda não teve sua 2ª temporada oficializada, mas selecionamos aqui alguns rumos para a história caso isso aconteça

Algumas séries chegam na Netflix (com o selo de “original”, inclusive) de forma bem discreta, passando despercebido por muitos, mas agradando a outros tantos: é o caso de Turma do Peito (The Letdown). Com apenas 7 episódios, o programa australiano traz uma história leve, com pinceladas de drama e comédia, sobre mães de primeira viagem.

Vale lembrar que Turma do Peito não é uma série produzida pela Netflix, onde a rede de streaming apenas comprou os direitos de exibição para o resto do mundo junto ao canal ABC da Austrália. Confira nossa crítica aqui.

Sendo assim, separamos alguns pontos que devem ser trabalhados na 2ª temporada da série, que deve acontecer em algum momento:

1. Novo bebê

Foi com muita dor que Audrey (Alison Bell) descobriu sua segunda gravidez, afinal, ela mal tinha voltado a ter uma rotina saudável com sua família e com ela mesma. Se na primeira temporada a loucura já era enorme com apenas um bebê, não dá nem pra teorizar o quanto sua vida será caótica na segunda.

2. Carreira profissional no mercado

Já que Audrey é uma pessoa determinada a não ser uma mulher definida apenas pela maternidade, está na hora dela tentar voltar a trabalhar fora de casa um pouco. Tivemos vislumbres disso quando ela tentou trabalhar para Ester (Sacha Horler) e também quando ela sondou sobre sua substituta no trabalho, onde ela está de licença.

3. Novo grupo de apoio

Apesar de algumas evoluções apresentadas pelas mães e pais ao longo dos episódios, não é seguro dizer que se tornaram mães e pais perfeitos. Na 2ª temporada de Turma do Peito, poderia ocorrer uma nova reunião do grupo, ou até mesmo um novo formado por outras mães.

4. Outras situações complicadas para quem tem bebês

Muitas vezes a sociedade tende a ver as crianças (especialmente as com poucos meses de vida) como um estorvo. Seja pelo choro incessante de algumas ou outras necessidades fisiológicas em geral, há sempre aquele espaço onde os pais de bebês se vêem impedidos de habitar. A primeira temporada mostrou isso muito bem, como nos banheiros públicos masculinos sem fraldário, sessões de cinema para maternidade etc.

5. E o Ruben?

Audrey passou por um bocado de situações complicadas, incluindo aí um ato de infidelidade com Ruben (Leon Ford), marido de Ester. Aparentemente foi apenas um impulso num momento complicado para os dois, mas o clima vergonhoso não foi resolvido entre os dois e isso poderia ser um dos temas abordados na 2ª temporada de Turma do Peito.

6. Mudança de casa

Ao final da primeira temporada, Jeremy (Duncan Fellows), marido da protagonista, conseguiu emprego em outra cidade. Mas será que Audrey vai querer mesmo se mudar, agora que outro bebê está vindo por aí? Sem contar as novas amizades que ela conquistou, que poderão dar uma ajuda (como já fizeram) em cuidar do bebê caso Audrey esteja por perto.

Comentários