mobile-smartphone celular aplicativos
Zona Fantasma

Apostar pelo celular: sites mobile ou aplicativos?

Edipo Pereira

18 jan, 2022

Nos últimos, surgem novas dúvidas que até pouco tempo atrás ninguém sequer cogitava. Um exemplo dessas novas dúvidas que só a modernidade e suas novas relações trazem é em relação ao que é melhor, usar um aplicativo ou o navegador da internet para acessar alguma informação ou serviço disponível no mundo digital.

Essa dúvida surge a partir de um novo cenário que se colocou na vida das pessoas. Com a popularização dos celulares, houve também um aumento gigantesco de empresas e outros tipos de negócios que passaram a disponibilizar seus serviços no formato mobile, ou seja, para dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Após o surgimento da internet, houve um boom das web pages, ou páginas da web. Toda empresa ou negócio que queria ampliar sua rede de ações precisava criar um site na web. Com isso, ela se colocava no mundo online e disponibiliza suas informações para quem quisesse acessá-las, independente do lugar em que a pessoa estivesse.

Esse foi um dos grandes saltos dado pela internet, a facilidade de comunicação e rapidez com que as pessoas encontravam informação. Salto, inclusive, impulsionado pela criação dos mecanismos de pesquisas, que facilitam a vida dos usuários ao criar um sistema onde a busca pela palavra apresentava um resultado com as páginas mais indicadas.

O modelo permanece até hoje e está em constante desenvolvimento. Hoje, os sites são mais modernos do que eram há 20 anos, quando começaram a surgir para o mundo. A primeira razão, claro, é a tecnologia. Porém, a criação dos smartphones, há 10 anos, também impulsionou a comunicação na web, através dos aplicativos.

Aplicativos geram facilidade

Para encontrar uma informação, como foi dito, era necessário conectar o computador na internet, procurar pelo serviço desejado, acessar o site, encontrar a informação e executar uma ação. Era um processo longo e demorado que precisaria ser mudado, caso quisesse sobreviver a era dos smartphones, instantânea e veloz.

Com isso, começaram a surgir os aplicativos. Esses programas para celulares foram, no início, um resumo das principais funções encontradas nas páginas de web. Com o tempo, eles começaram a ganhar vida própria e hoje um aplicativo funciona quase que como um robô específico, com comandos e executa ações impossíveis de serem executadas por um site.

Muitas empresas, inclusive, investem a maior parte do orçamento na criação de aplicativos e deixam as páginas de internet voltadas apenas para informações mais gerais. Isso porque, o número de pessoas que acessam a internet pelo celular é milhares de vezes maior do que as pessoas que acessam por computadores e celulares.

Assim, o aplicativo tem uma dupla função. Entrar o que a pessoa procura e ser rápido o suficiente para fazer isso com as limitações visuais de um smartphone. Porém, atualmente, há um movimento de pessoas que voltaram a buscar acessar a internet por meio das páginas da web, e deixando de lado os aplicativos. Exemplo não faltam.

Por onde é melhor apostar?

Uma aplicação pode ter muitos benefícios, como a praticidade de ser aberta com um simples toque. Porém, em um mundo onde há aplicativos para tudo, as pessoas podem querer fugir um pouco das funcionalidades e excesso de informação das aplicações. Esse é o caso de quem gosta de apostar no cassino online GG Bet, por exemplo.

Os cassinos online possuem diversos recursos que só podem ser aproveitados ao máximo por meio de uma página de web e, de preferência, pela grande tela do computador. É verdade que os smartphones têm surgido com telas cada vez maiores, mas nada que supere a bela tela widescreen de resolução HD dos PC e notebooks de última geração.

Aplicativos para cassino, vale a pena?

Por isso, vale aqui a defesa dos cassinos online que investem em páginas de web cada vez melhores e mais funcionais. Ainda que existam algumas casas de apostas que invistam no desenvolvimento de aplicativos para cassino, esses aplicativos são limitados e não entregam a mesma experiência de jogo que uma tela de computador.

Normalmente, os aplicativos contam com funções menores do que as disponíveis nos sites dos cassinos. Além disso, eles possuem limitações visuais, por conta da tela e também da dificuldade em jogar jogos em uma tela sensível ao toque. Usar o mouse e o teclado é a preferência de muitos jogadores que gostam de apostar.

E os sites mobiles?

Agora, se o apostador gosta mesmo de apostar de qualquer lugar, os cassinos de alto nível oferecem uma versão do site para dispositivos móveis. Nessas versões, as mesmas funções da versão para desktop ou notebook estão disponíveis para o jogador que está acessando pelo celular. A limitação dos aplicativos não existe nas versões de site para dispositivos móveis.

Acessando o site a partir de um bom celular, com boas configurações, inclusive gráficas, é possível obter uma experiência muito semelhante a quem costuma apostar por computador ou notebook. É claro que tudo vai depender do jogo de cada jogador, porém, podemos garantir que apostar por uma versão mobile é uma experiência única.

Entretanto, para quem está acostumado a fazer tudo por meio de aplicativos, acessar um serviço de jogos por aplicativos pode parecer uma insanidade. Tudo é uma questão de gosto.

Deixe um comentário