A celebração das HQ’s com os super-heróis do The CW

254

Grandes crossovers não são difíceis de serem encontrados nos quadrinhos. Alguns realmente são marcantes, outros funcionam apena para alavancar as vendas. De qualquer forma, é sempre uma ocasião ilustre e que rende grandes momentos. Na TV, isso não acontece todo dia, por motivos óbvios. Por isso quando o The CW anunciou a mega união de suas séries de super-heróis, foi difícil conter a empolgação.

Mas antes de falarmos de Invasão, é preciso lembrar que tal feito não é algo inédito nos corredores do The CW. Barry Allen deu as caras em Arrow antes de ganhar sua série. Os dois, aliás, já se encontraram várias vezes depois disso. O Flash já visitou a Supergirl e as lendas de Legends of Tomorrow deram os primeiros passos nas principais produções da casa.

Mas esse seria o primeiro crossover da família, que ganhou a companhia de Kara Danvers nessa temporada. Um grande projeto que consumiu tempo e dinheiro do canal, pensado em seus mínimos detalhes. E se o resultado final não elevou o padrão de qualidade das séries envolvidas, pelo menos mostrou o quanto elas podem ser divertidas.

Na trama, os Domínions (que deram as caras nos gibis da DC nos anos 60 e foram protagonistas do arco Invasão! nos anos 80) invadem a Terra para derrotar os super-heróis, que representam uma potencial ameaça ao seu estilo de vida. Para conter a ameaça, Barry Allen reúne um grupo poderoso na esperança de resolver a crise. Mas além de derrotar aliens, eles vão precisar superar alguns problemas pessoais.

thecwinvasion

Apesar da Supergirl ter iniciado os trabalhos, a trama do crossover começa a se desenvolver em The Flash. Continua no 100º episódio de Arrow e termina em Legends of Tomorrow. Tempo mais que suficiente para a equipe entrar em conflito e criar um laço de amizade. Aquela fórmula padrão seguida quando heróis tentam se reunir ¯\_(ツ)_/¯. E mesmo que o roteiro não seja um primor, Invasão compensa com marcas características das séries do The CW, e claro, muitas referências.

Os produtores acertaram em não distanciar a trama do que está rolando no Arrowverse, assim a aventura não fica tão deslocada no tempo. Supergirl aproveitou boa parte de seu episódio solo para resolver alguns problemas e abrir espaço para a sequência da temporada. De certa forma, era a que estava mais leve ali. O pessoal de Legends of Tomorrow se sentiu em casa, com as viagens temporais. Mas alguns erros cometidos por personagens na primeira temporada foram cobrados agora.

Oliver conseguiu um espaço em sua concorrida agenda para ajudar seus amigos. E ainda comemorou 100 aventuras na telinha. Junto com Flash, foi o melhor episódio do crossover (se relevarmos algumas situações). Pode ser que isso ajude o Arqueiro Verde em sua jornada, já que para variar, ele enfrentava alguns dilemas existenciais.

Mas o foco foi justamente o Velocista Escarlate. Em sua terceira temporada, Barry enfrenta o peso de sua última viagem no tempo. Se o Ponto de Ignição durou apenas um episódio, suas consequências seguem tirando o sono do personagem. Cada episódio que passa abre espaço para uma nova revelação. Isso já tinha abalado sua amizade com Cisco e quase acabou com a equipe no crossover. Apesar de algumas coisas terem se resolvido, ainda acredito que o Flash vai sofrer muito até o fim da temporada.

161118-invasion03

Invasão não é melhor produto da TV esse ano, mas é um dos mais divertidos. Se ignorar alguns detalhes, é possível enxergar uma grande celebração das HQ’s ganhando vida. Agora é se preparar para as pausas de final de ano das séries e esperar qual vai ser o próximo grande ato do The CW.

Publicidade