Séries

Com estreia série no FX sobre sua morte, conheça histórias de Versace

Edipo Pereira

15 jan, 2018

FX COMEMORA O LEGADO VERSACE COM A ESTREIA DE "AMERICAN CRIME STORY: O ASSASSINATO DE GIANNI VERSACE"

Gianni Versace nasceu em 2 de dezembro de 1946 na Calábria, Itália. Era muito ligado à família: sua mãe, costureira e modelo, foi uma de suas grandes influências. Estudante de arquitetura, ao visitar diferentes teatros e óperas, Versace descobriu sua fascinação pela cultura italiana.

Mais tarde, com a ajuda de seus irmãos Donatella e Santo, fundou a casa que leva o seu nome, criando um logotipo com a cabeça da Medusa, que na mitologia grega representa força e poder, adjetivos que definem perfeitamente o tipo de mulher que queria vestir.

Seu talento começou a ser reconhecido quando ele redesenhou o estilo Kitsch italiano, usando cores fluorescentes, como verde, fúcsia e ouro. A influência foi tão grande que até o momento ainda faz parte de todas as suas coleções.

Versace também foi um dos primeiros estilistas a incluir em seus projetos cortes assimétricos com grandes acessórios, misturando diferentes materiais como couro e charol.

Em 5 anos, conseguiu se tornar referência da alta costura mundial, co uma recepção sem precedentes na América do Norte, onde consideravam seus projetos inovadores e cheios de atitude, ao contrário de outros designers renomados italianos, como Giorgio Armani.

Ele foi o primeiro a incorporar celebridades e estrelas de música em suas campanhas e desfiles, assim como foi um pioneiro em receber os amigos famosos com um tapete vermelho.

Além disso, como sabia misturar a elegância e a sensualidade, ele teve o privilégio de vestir grandes personalidades, como a Princesa Diana do País de Gales, Elizabeth Taylor e Elton John, que faziam parte de seu círculo de amigos mais próximos. Desta forma, conseguiu dar visibilidade às suas criações nos desfiles e eventos mais importantes do mundo.

Gianni Versace foi o criador do termo "Super Model", quando em seus desfiles introduziu Cindy Crawford, Naomi Campbell, Helena Christensen e Linda Evangelista, que representavam mulheres poderosas, donas de seu corpo e com atitude forte e esmagadora, características da mulher Versace.

O legado, o estilo e a irreverência deste designer italiano podem ser conhecidos em profundidade a partir de 18 de janeiro, às 23h, no canal FX, com o lançamento de "American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace", com Edgar Ramírez como Gianni Versace, Penelope Cruz como Donatella sua musa e irmã, Ricky Martin como Antonio D'Amico, parceiro de longa data do estilista italiano, e Darren Criss, como o assassino Andrew Cunanan.

Deixe um comentário