luis-lomenha-netflix-minisserie-tragedia-da-candelaria
Séries

Chacina da Candelária: tragédia vai ganhar minissérie

Com título ainda em definição, a minissérie de quatro episódios vai misturar realismo, fantasia e afrofuturismo

Edipo Pereira

28 abr, 2022

A Netflix, com o showrunner Luis Lomenha, a Jabuti Filmes e a produtora Kromaki irá lançar um novo projeto de ficção inspirado na tragédia que ficou conhecida como a “Chacina da Candelária”. O anúncio da produção aconteceu no painel "Fantasia, Ficção e Fatos Reais: desenvolvendo narrativas locais com Netflix", realizado no Rio2C - Rio Creative Conference, do qual Luis participou ao lado de Elisabetta Zenatti, vice-presidente de Conteúdo da Netflix no Brasil, Ana Luiza Azevedo, cineasta e diretora da série Só Se For Por Amor, e Rodrigo Sant’Anna, ator e roteirista da sitcom A Sogra Que Te Pariu.

Dirigida por Lomenha e Marcia Faria, a produção acompanha as 36 horas que antecedem a tragédia pelo ponto de vista de quatro crianças. Oriundos de lares desestruturados, esses jovens encontram nas ruas do Rio de Janeiro, e na companhia mútua, uma forma de tocar a vida e, quem sabe, alcançar seus sonhos e viver aventuras - até terem seus futuros interrompidos por uma chacina de repercussão mundial.

Com título ainda em definição, a minissérie de quatro episódios vai misturar realismo, fantasia e afrofuturismo como uma inovação estética para contar a trajetória de crianças que, nessa narrativa, representam milhões de pessoas que vivem nas ruas das grandes metrópoles brasileiras. O que elas poderiam ter sido ou vivido se tivessem sido acolhidas e/ou tivessem tido outras oportunidades?

Deixe um comentário