Séries

13 Reasons Why: estudo da Universidade Northwestern explora as conversas iniciadas pela série da Netflix

Edipo Pereira

21 mar, 2018

A Universidade Northwestern está divulgando uma pesquisa global sobre as conversas que foram iniciadas pela série 13 Reasons Why, da Netflix. O estudo, que também inclui uma visão mais profunda sobre o Brasil, explorou temas como suicídio, bullying, violência sexual e todo o diálogo gerado, além das mudanças de comportamento em adolescentes, pais e professores com relação a estes e outros temas que estão afetando a juventude de hoje.

O Centro de Mídia e Desenvolvimento Humano da Universidade Northwestern buscou entender o papel que a série 13 Reasons Why teve em motivar conversas entre pais e adolescentes sobre temas difíceis, assim como seu efeito no comportamento e nas atitudes dos espectadores com relação a esses temas. Depois de pesquisar mais de 5000 adolescentes e pais em cinco países, incluindo o Brasil, o estudo da Northwestern descobriu que a série motivou conversas sobre assuntos difíceis. Os resultados, incluindo o relatório completo e o press release distribuído pela Universidade Northwestern, podem ser encontrados aqui, e a tradução do comunicado aqui.

Os principais resultados da pesquisa realizada no Brasil foram:

  • Aproximadamente três quartos dos adolescentes e jovens adultos relataram que tentaram ser mais atenciosos com a forma com que tratavam os outros depois de assistir à série;

  • Mais da metade dos adolescentes espectadores pediram desculpas pela forma como haviam tratado alguém; e mais de dois terços se sentiram motivados a ajudar alguém que estava deprimido, sofrendo com bullying ou que tenha sofrido uma violência sexual;

  • 58% dos espectadores adolescentes afirmaram que se sentiram mais confortáveis para conversar com seus pais sobre temas difíceis;

  • 90% dos pais relataram que, após assistirem a 13 Reasons Why, conversaram com seus filhos sobre os tópicos abordados na série ; 71% dos adolescentes e jovens adultos se sentiram motivados a discutir a série e os temas relacionados a ela com seus pais.

Uma publicação do Vice-Presidente de Séries Originais da Netflix, Brian Wright, oferece mais contexto do porquê a Netflix comissionou o estudo e pode ser encontrada aqui. Você também pode ver adolescentes brasileiros falando sobre este assunto neste vídeo.

Recursos adicionais estão disponíveis em 13ReasonsWhy.info. Neste site, você também pode ver uma mensagem do elenco, que também será incluída como aviso em nosso serviço. Por favor, me avise se você estiver interessado em cobrir o assunto, ou tiver perguntas e pedidos.

RESUMO DA METODOLOGIA

Este estudo global foi baseado nas respostas de 5400 adolescentes, jovens adultos e pais de adolescentes dos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Brasil. O instrumento da pesquisa foi desenvolvido por Ellen Wartella, Alexis R. Lauricella e Drew P. Cingel e todos os dados foram coletados pela IPSOS Research como parte de uma pesquisa online realizada entre Novembro de 2017 e Janeiro de 2018. Este projeto foi gerenciado por Ellen Wartella, Alexis R. Lauricella e Drew P. Cingel, com análises estatísticas conduzidas por IPSOS Research e Melissa Saphir. Agradecemos a Brianna Hightower, Kelly Sheehan, Anna Dolezal, Allyson Snyder, Amy Parker e Michael Carter por sua ajuda com este projeto.

Deixe um comentário