The Mandalorian – 1ª Temporada | Crítica

0

A Disney + começou o ano de 2019 muito bem lançado uma série original no mundo de Star Wars: The Mandalorian. Com episódios curtos mas igualmente divertidos e a apleação para o Bebê Yoda, a série ganhou facilmente os corações dos fãs desse universo. Confira nossa crítica sem spoilers a seguir.

A série, produzida por Jon Fraveau (Homem de Ferro), conta a história de um Mandaloriano sem nome (Pedro Pascal) que trabalha como caçador de recompensas. Após conseguir o contrato de capturar um bebê da raça de Yoda e não entregar o que prometeu, a dupla passa a fugir pela Galáxia entrando em várias aventuras.

Um detalhe que chama atenção na série logo de início é o mistério que ronda seu personagem principal. O Mandaloriano sem nome nunca tira o capacete e tem um passado secreto. O que nos leva a primeira referência da série: os filmes de velho oeste. Nosso protagonista aqui se assemelha muito ao Homem Sem Nome interpretado por Clint Eastwood nos longas de Sergio Leone. Mas não só isso, grande parte da ambientação e da ação da série referencia diretamente o mundo dos westerns. Mas as referências não param por aí. Temos homenagens a John Woo, Mad Max, Akira Kurosawa e outras obras durante os episódios.

Ainda falando do nosso protagonista, é incrível como Pedro Pascal e a equipe da série consegue fazer esse personagem sem rosto ter expressão. Facilmente percebemos o que ele está sentindo, o tom das suas falas e outras expressões corporais. É uma boa mistura de direção, câmeras e atuação corporal que fazem esse personagem que é quase um robô ter expressões e sentimentos. Até porque ele passa a maior parte da série atuando com outros personagens bonecos, digitais ou cheios de maquiagem na cara. Outro charme adicionado ao personagem é a fantástica música tema cheia de heroísmo e pitadas de mistério.

Outro ponto forte da série é como ele consegue ser bom dentro da sua simplicidade. Os primeiros episódios da temporada não tem nem 40 minutos e conseguem contar histórias com começo, meio e fim. Ele não cria nada de novo mas traz para o audiovisual muitas coisas que já eram comuns nos quadrinhos e livros de Star Wars. É uma história mais pé no chão mas cheia de aventura dentro desse universo épico. Só para ter uma ideia,s os Jedi só são mencionados uma vez durante a temporada e nunca chegamos a ver um. Uma boa forma de mostrar que Star Wars é muito mais do que só os Jedi.

The Mandalorian não inventa a roda mas traz uma história muito divertida para o Disney +. A série tem ação, comédia e até muita emoção em alguns momentos em histórias simples mas muito bem feitas. Ah, e como não falar do Baby Yoda… a acriaturinha que claramente foi feita pra vender bonecos mas mesmo assim não conseguimos resistir à sua fofura. Mas, além disso, é um personagem que abre muitos caminhos e dúvidas pra a franquia de Star Wars. Principalmente para a segunda temporada que já está confirmada.