Que Jean Claude proteja Sense8

Após um segundo episódio mais ou menos com “Eu também sou nós”, chegou a hora da série Sense8 mostrar a que veio em “Aposte tudo na magrela”, certo? No episódio, a vida dos sensate se complica cada vez mais, e seu novo e misterioso poder se mostra fundamental para garantir sua sobrevivência.

poster de sense8Depois de deixar um gostinho de “quero mais” a respeito da mitologia e da série, Jonas fica de fora do episódio mas sabe-se que ele está detido pela polícia acusado de terrorismo e o grande responsável por esse feito foi Will (mesmo que involuntariamente), que agora quer conversar com o sujeito (por que não fez isso antes?) mas as coisas ficam por isso mesmo e não evolui. O mesmo pode-se dizer de Riley, que aparece no episódio apenas em busca de ajuda e não progride em nada.

Nomi aparece muito pouco, mas serve pra evidenciar algo que está acontecendo muito em Sense8: é realmente necessário explicar duas vezes algo que já foi absorvido pelo telespectador? Quando sua namorada promete incendiar o hospital se for preciso (episódio anterior) e em seguida cumpre essa promessa, é desnecessário jogar na tela um flashback explicando a situação. Isso também acontece com Capheus “van Damme” (Aml Ameen) quando diz ao amigo que queria ser uma zebra.

O arco de Lito Rodriguez começa a tomar viés de enfadonho ao persistir na mesma abordagem do último episódio. Todos já entenderam que ele tem vergonha de expor sua homossexualidade, mas os Wachowski parecem querer explicitar isso mais do que o necessário. Ao menos a chegada de Joaquin Flores (Raúl Méndes) começa a tornar as coisas mais interessantes aqui, e parece aceitável supor que suas habilidades em breve serão necessárias em Sense8.

Eu sei que parece uma análise crítica um tanto negativa de “Aposte tudo na magrela” mas o resultado final é um episódio satisfatório, e o motivo disso é Sun Bak. Doona Bae já trabalhou com os Wachowski em ‘A Viagem’ e ‘O Destino de Júpiter’, e sua personagem aqui possui um certo carisma “badass” como fica comprovado na sequência final, onde a magrela ajuda Capheus a recuperar o remédio de sua mãe. A sequência salva o episódio não apenas pela plasticidade da luta em si mas também pela conectividade que ela mostra, representando um grande progresso em Sense8 que até agora não havia explorado cenas assim. É querer demais um pouco de artes marciais?

Sense8 está disponível para os assinantes Netflix.