Legion s01e03 | Review

0

Terceiro episódio de Legion leva a série ainda mais afundo da mente de David Haller

O segundo episódio de Legion (já leu nosso review?) terminou de forma sinistra, com a irmã de David Haller (Dan Stevens) sequestrada pelo misterioso O Olho, um agente da Divisão Três. O mais óbvio então, seria supor que o terceiro capítulo da série se concentraria em resgatar a moça. Mas devemos lembrar que estamos assistindo a uma série que não se importa muito em seguir estruturas narrativas pré-determinadas.

Também não foi por falta de tentativa do protagonista, que mais uma vez entrou em contato com a irmã e presenciou sua condição com a ajuda de Syd Barrett (Rachel Keller), e sem o consentimento da Sra. Bird (Jean Smart) e do mutante Ptonomy (Jeremie Harris). David quase foi pego na ação, e foi convencido dessa forma a deixar a irmã esperando para que antes haja uma compreensão maior sobre suas habilidades.

É nessa tentativa de desvendar a mente de David que Legion tem se saído melhor. O terceiro episódio ganha contornos de um autêntico terror / suspense conforme as memórias do protagonista são revisitas (que talvez não sejam memórias, como sugere Syd, já que as coisas não acontecem de acordo com o ocorrido). Isso se dá através de perseguições promovidas por criaturas que já apareceram anteriormente como o Menino Raivoso e aquela criatura grotesca de olhos amarelos (a conferir nos próximos capítulos).

Esse fácil discernimento no gênero do episódio tem uma explicação.  Noah Hawley, o criador da série, foi o responsável pela direção e roteiro da excelente estreia da série. Já para a sequência ele deixou a direção nas mãos de Michael Uppendahl (que repete a função aqui). Para esse capítulo 3 Noah delegou também o texto, que fica a cargo de Peter Calloway, que possui menos experiência na TV.

Mas isso não significa perca na qualidade. Pelo contrário, é muito interessante algumas decisões do roteiro como caracterizar David como uma criança ao visitar seu próprio sonho no momento em que está sedado. Vale lembrar que a trama envolve até memórias dentro de memórias (Inception manda uma abraço), então é um terreno bem perigoso para ser explorado, onde Calloway aparentemente está tomando o devido cuidado.

Pode preocupar um pouco, no entanto, algumas demoras no roteiro. O resgate de Amy já está mais do que atrasado, sem contar que nesse episódio pouco se andou na trama, algo difícil de assimilar numa série de apenas oito episódios. Para quem foi fisgado pela série isso está longe de ser um problema (por enquanto), o que queremos é que a caminhada continue sendo satisfatória.

Porém, os mais apressadinhos podem se acalmar, pois pelo trailer do próximo episódio parece que as coisas vão ser bem agitadas. Confira abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=fnrVyHz8VSQ

Legion vai ao ar às quintas-feiras no canal FX.