Games of Thrones – s06e03 (Oathbreaker) | Review

448
Ned Stark jovem com seus guerreiros

No episódio dessa semana tivemos as consequências do passado e mais algumas coisas bem legais, apesar do seu começo e finais terem sido bem interessantes, o meio foi meio morno. Vamos ao Review! Com Spoilers e conjecturas!

Jon Snow pelado acordando, cheio de facadas pelo corpo

O episódio começa novamente de onde terminou o último, Jon Snow voltando dos mortos e com mais cara de “Sabe de Nada” do que nunca. Ainda não ficou confirmado se foi realmente o Senhor da Luz que o trouxe de volta, principalmente porque a Melissandre chega toda serelepe já perguntando o que tem do outro lado ( a mesma coisa que eu faria ) e ele já corta o clima falando que não viu p… nenhuma. Existe uma personagem que volta dos mortos nos livros pelo poder do Senhor da Luz, e ela é movida por um sentimento de pura vingança, parece que Jon voltou com um sentimento de fracasso e desolação, ele morreu acreditando fazer o que era certo e agora acha que sua jornada não faz mais sentido, precisou de um ótimo discurso de Davos para que ele aceitasse seu novo destino. Que destino será esse? Veremos mais tarde. A cena dele reencontrando os amigos foi de partir o coração, Kit Harington está entregando um ótimo Jon desde a temporada passada e ainda melhor agora.

Seguimos com uma pequena cena do núcleo de Sam no barco com Guilly, indo para Vilavelha. Para quem não se lembra, Sam está indo virar um Meistre da Cidadela para estudar formas de enfrentar os caminhantes brancos. Guilly tem uma triste revelação, a de que ela vai ficar com a família de Sam, os Tarly. Já era confirmado que a família de Sam iria aparecer nessa temporada, nós vamos conhecer o Pai de Sam, um grande filho da p… diga-se de passagem. Esse núcleo do barco era muito chato no livro, espero que agilizem isso. Eles também cruzam com um personagem legal durante a jornada, espero que isso aconteça na série também.

Ser Arthur de armadura caído ao chão, Ned Stark Jovem e Ser Reed em pé o observando

Algo que estou gostando muito nessa temporada são os flashbacks usando o Bran para nos mostrar. Esse então foi ótimo e é uma cena muito importante, tanto que merece uma explicação. Aquilo ali acontece justamente após a rebelião dos Stark e Baratheon contra os Targeryan, Ned estava ali atrás de resgatar sua irmã que, aparentemente, foi raptada por Raeghar, tio de Daenerys. A história conta que Lyanna Stark foi raptada e isso foi o estopim para a rebelião que tirou os Targeryan do poder, mas vimos nessa cena que a história pode contar mentiras. A teoria que já é bem famosa diz que os dois se apaixonaram e desse amor nasceu Jon Snow, Ned encontra Lyanna morrendo e com Jon nos braços e ele decide ficar com ele para que não seja morto por Robert, que estava caçando todas as crianças Targeryan e as matando. Pena que teve um coito interrompido ali e não pudemos ver o final da cena, mas acredito que pudemos ouvir um grito de uma mulher provavelmente parindo, a teoria está próxima de se tornar realidade. A cena teve uma luta bem legal com direito a Ser Arthur Dayne usando duas espadas e tudo, além de que vemos que Ned não era assim tão honrado e justo como achávamos. Depois do flashback temos mais uma confirmação que Bran realmente não vai ficar por ali, ele está somente treinando para algo maior.

Seguindo com a história de Daenerys, vemos que ela ainda continua super prepotente, apesar de sua posição, e que sua vida ainda não está fácil naquele lugar. Sinceramente estou achando que esse núcleo está andando bem devagar.

Tyrion em pé bebendo, Verme Cinzento e Missandei sentados à mesa

Em Meereen acompanhamos uma técnica de persuasão bem clichê de Varys para conseguir informações, essa cena serve, na verdade, para mostrar que ele não é uma pessoa cruel, apesar de ser um ótimo manipulador. Algo que está me dando muita raiva nessa temporada é que Tyrion deixou de ser um personagem interessante para ser só mais um piadista, esse núcleo está bem chato. No final da cena temos uma confirmação de quem está realmente financiando os filhos da harpia e a situação se complica, espero que deem um gás nesse núcleo porque ele tá bem fraquinho.

Ligando com o final da cena anterior, onde Varys fala sobre seus passarinhos, vemos aqui Qyburn, o velho necromante e meistre de Cersei, agora tomando esses passarinhos para si. Fica a dúvida de como ele descobriu essas crianças que eram tão bem guardadas por Varys, mas vamos relevar. Podemos ver aqui que o grupinho de Cersei pode ter muito poder, mas não tem o conselho do seu lado. Ainda em Porto Real, Tommen tenta ter mais força mas é confirmado que na verdade ele é facilmente influenciável e manipulado, enquanto temos um pouco mais informações sobre a fé dos sete.

Arya cega com um bastão na mão

Finalmente o treinamento de Arya avança com uma ótima cena digna de filmes de superação, uma montagem cortando entre cenas de treinamento tanto mental quanto físico da personagem. A cena é muito boa porque entramos na mente de Arya, entendendo melhor suas motivações e escolhas e serviu também para mostrar como a lista dela está curta agora pois a maioria das pessoas já estão mortas, ao final da cena temos a “graduação” dela como assassina, junto com seus olhos de volta.

No Norte, curti muito aquele personagem Umber que aparece, espero que ele volte para a série. O cara falou as verdades na cara de Ramsay que todo mundo queria falar e mostrou que apesar de sua família ser juramentada ao Stark , ele não tá muito feliz com o Jon.Fiquei com muito medo de ser o Theon ali como capturado, não queria nem um pouco ver plot sendo repetido. Como surpresa, temos Rickon (Como ele tá grande gente, se lembram dele ainda?) e Osha. Já vi algumas pessoas comentando que aquilo pode ser uma armadilha, mas acho arriscada demais, até a cabeça de lobo seria a de um lobo comum. Espero que sim, porque deu uma tristeza ver o Cão Felpudo morto assim tão fácil.

Jon olhando para cima

Para finalizar o episódio, temos Jon finalmente tendo sua vingança. Com Thorne ainda orgulhoso e de cabeça erguida e Olly talvez arrependido demais até para falar. Bem, é sempre bom ter um pouco de justiça sendo feita e fiquei bem apreensivo, não sabia se Jon teria coragem de fazer o que fez. A surpresa no final foi ele passando o manto para Ed Doloroso e dizendo a frase “Agora minha vigília terminou”. Bem, algumas teorias sobre isso já foram ditas, já que ele morreu agora ele finalmente livre do seu juramento (por isso Oathbreaker), será que agora veremos o Jon do começo da série que queria fugir da Muralha e ajudar sua família. Nos livros, o estopim para a morte de Jon é uma carta enviada por Ramsay dizendo que matou Stannis (nesse momento não sabemos se é verdade) e que ele quer Fedor e sua esposa de volta (no livro é uma menina se fazendo passar por Arya), pois ele imagina que ambos fugiram para a Muralha, depois disso Jon liga o foda-se e diz que vai liderar os selvagens para atacar Castelo Negro, isso faz com que ele seja esfaqueado. Será que agora teremos finalmente o embate entre Jon e Ramsay, agora que o maldito tem seu irmão? Ou Jon vai continuar sua briga contra as criaturas do inverno?

O episódio foi meio sem graça no seu meio mas iniciou coisas bem interessantes, espero agora ver  a continuação daquele flashback e a primeira missão de Arya agora que ela virou o Hitman. E lógico, quero muito ver o destino desse novo Jon de volta dos mortos. E você, o que quer ver agora?