Angolmois: se você gostou de Ghost of Tsushima, então veja este anime

125
Angolmois
Divulgação: Crunchyroll

A temática de samurais é algo já bastante visível e trabalhado na cultura pop. Os filmes do saudoso cineasta Akira Kurosawa, como Rashomon (1950), Os Sete Samurais (1954) e muitos outros, ajudaram bastante na propagação da estética e história do Japão feudal e de suas guerras. E o último exclusivo lançado para PlayStation 4, Ghost of Tsushima, busca trazer várias referencias de um período muito importante para a história do Japão.

Ghost of Tsushima traz a história de Jin Sakai, samurai sobrevivente ao ataque do império mongol em sua ilha e que vai buscar vingança mesmo que isso ponha sua honra em discussão. E caso você tenha jogado e/ou gostado da temática com toda a sua aura histórica, então Angolmois: Record of Mongol Invasion é uma animação que você deve consumir também.

Este texto não é uma crítica, mas uma indicação.

A história do título da Sony é baseada em acontecimentos históricos do século XIII d.C na ilha de Tsushima – que fica localizada entre o arquipélago japonês e o continente asiático, em face com a Coreia. A invasão dos mongóis à ilha é um dos pontos importantes na historiografia japonesa, pois marca o inicio dos ataques do grande império de Khublai Khan (1215-1294), neto de Ghengis Khan, ao Japão.

O primeiro ataque dos mongóis aconteceu em novembro de 1274 (11º ano da Era Bun-ei, que viria a terminar logo em seguida do mesmo ano). É nesse período histórico que o anime Angolmois se passa. Outro ponto a se destacado é que até àquele momento, o Japão não tinha enfrentado nenhum combatente estrangeiro, e voltava-se apenas para situações e guerras intrínsecas¹.

Localização da ilha de Tsushima. Ao Noroeste está a Coreia e ao Sudeste o Japão. Fonte: Google Earth.

Lançado em 2018, em Angolmois: Record of Mongol Invasion acompanhamos toda a luta com base na visão e aliados de Kuchii Jinzaburou, um exímio samurai que foi exilado para a ilha de Tsushima junto de outros guerreiros, piratas, ladrões, mercadores e nobres. Além de Kuchii, somos apresentados companheiros nada convencionais que chegaram à ilha junto dele, como o ex-pirata Oniitakemaru, Shiraishi, um ex-cavaleiro e parte do shogunato, o garoto Amushi, ágil com os pés e mãos, Hitari, um ótimo arqueiro e Doen, um monge com conhecimentos médicos.

Aos habitantes da ilha, temos as presenças importantes para história, como Teruhi, filha do governante de Tsushima do clã So, e que busca assumir um papel de protetora de seu lar, mesmo diante das posições impostas por ser mulher; e Nagamine, líder do clã Toibarai e ajudante no embate contra os invasores.

Por mais que Kuchii, Teruhi entre outros diversos personagens sejam fictícios – o que dá liberdade ao autor de trabalhar sua própria história e rumos -, os clã So e Toibarai (apresentados no anime) são importantes famílias deste período histórico e que lutaram contra os mongóis.

Toda a trama é baseada no mangá homónimo de Nanahiko Takagi, que foi lançado na revista Kadokawa Shoten pelo selo Samurai Ace em 2013, mas logo passou a ser publicado pela ComicWalker, também da Kadokawa em 2014².

A animação traz a direção de Takayuki Kuriyama (Orange, Re:Creators), roteiro de Shogo Yasukawa (Food Wars: Shokugeki no Soma) e a produção pelo estúdio NAZ, que possui os animes My First Girlfriend Is a Gal (2017), My Sister, My Writer (2018) e Id:Invaded (2020) em seu currículo.

A abertura é “Braver“, da banda Straightener, e o encerramento ficou com o grupo SHE’S na música “Upside Down“. Confira as duas canções abaixo:

Ressalto que o estúdio Naz optou por colocar um filtro na animação que pode desagradar alguns, mas este serve como uma estética adotada para nos remeter às pinturas, em determinados momentos. Aí, entra o seu gosto.

Em um cenário cheio de vida, com densas florestas, uma baía marcante, Angolmois traz diversas batalhas, buscando retratar da melhor maneira todo o esforço que os japoneses tiveram para conter o avanço tenebroso das tropas estrangeiras.

Com uma primeira temporada de 12 episódios, Angolmois: Record of Mongol Invasion está disponível na Crunchyroll. Ghost of Tsushima é uma produção do estúdio Sucker Punch Productions (Infamous: Second Son) e já está disponível para os jogadores do console da Sony desde o dia 17 de julho.

Uma curiosidade sobre o nome principal que leva o anime: “Angolmois” vem de uma profecia de Nostradamus sobre o grande rei mongol, pegando uma palavra antiga da França e unindo a “Mongolians“, o que se deve se referir a Genghis Khan³.

¹ ALMEIDA, D.M. A Importância das Invasões Mongóis ao Japão do Séc. XIII
Na Construção do Guerreiro Samurai, 2014.

² Mangá de Takagi Nanahiko será publicado pela Comic Walker. Comic Natalie, 2014.

³ PROPHET, Elizabeth Clare. Profecia de Saint Germain para o Novo Milênio: Inclui Profecias Dramáticas de Nostradamus, Edgar Cayce e Mãe Mary, 1999.