Oca Cervejaria: Dono de galeria de arte embarca no universo da cerveja

0
59
oca cervjaria ainá juicy ipa

Tainá é o nome do primeiro rótulo da Oca, uma NEIPA que será lançada dia 8 de novembro no EAP, em São Paulo

O empresário André Nóbrega, sócio do Studio Nóbrega – galeria de arte instalada na rua Estados Unidos que traz um acervo de ícones da arte brasileira e é especializada no período modernista e contemporâneo -, embarca no universo da cerveja artesanal neste mês lançando a Oca Cervejaria.

A produtora nacional trará em sua linguagem visual influências das matrizes indígenas, além das florestas e ecossistemas nacionais. A brasilidade também estará impressa nas receitas dos rótulos da marca: seja pela inclusão de insumos tipicamente nacionais, como a tapioca e o cumaru – semente conhecida como a baunilha da Amazônia -, ou pelos aromas e sabores tropicais bastante presentes em suas cervejas.

“Eu venho de uma família que desde 1935 trabalha no mercado de arte e em 2008 abri, junto com meu irmão, a minha própria galeria. O meu contato com a cerveja artesanal vem de 2010, quando conheci as americanas – as clássicas Dead Guy, da Rougue, e a East IPA, da Brooklyn. Foi uma surpresa incrível pois elas eram bem diferentes de tudo o que eu já havia provado, até então. A partir de 2013 tornei-me homebrewer, ou seja, comecei a produzir em casa, num modelo bem autodidata, mesmo, e em 2017 fiz o curso técnico avançado do Instituto da cerveja Brasil. Hoje, realizo o sonho de unir a paixão e a experiência que tenho com a arte brasileira ao meu amor pelas craft beers”, comemora André.

O evento de lançamento da cervejaria Oca será aberto ao público e acontecerá no EAPEmpório Alto de Pinheiros, no dia 08 de novembro, a partir das 19h. A data marcará a apresentação da primeira cerveja da marca: a Tainá – que, em Tupi- Guarani, significa: “astros celestes”, “estrela” ou “estrela da manhã”. Seguindo a filosofia da cervejaria, ela trará do Brasil não só o nome e a marcante identidade visual, mas a vivacidade e a potência impressas em sua receita, que ao mesmo tempo é plena de sutilezas. Isso porque a Tainá é uma Juicy IPA, ou “NEIPA” (New Ingland IPA, uma variação da India Pale Ale), e, por isso, possui amargor menos presente, trazendo em primeiro plano, bem marcados, os sabores e aromas dos lúpulos utilizados – neste caso extraídos da dupla adição de dry hopping.

Na aparência, é uma cerveja de coloração alaranjada e turva, com textura delicadamente aveludada e sedosa devido à adição de trigo e aveia. Com 60 IBU’s e 6.4% ABV (teor alcoólico), ela possui intensas notas de frutas cítricas no sabor e no aroma.

Distribuída pela Hey Hops Beer (@heyhopsbeer) e disponível para venda nos principais bares especializados em cervejas artesanais, como o Soul Botequim (@soulbotequim), o Tap Tap (@taptapsp) e o Empório Alto de Pinheiros (@eapsp), a Tainá será comercializada em latas de 473 ml e em barris de chopes.

A Oca Cervejaria já tem outras receitas definidas para os próximos lançamentos, entre elas: uma Hop Lager à base de tapioca (cerveja bem leve e refrescante, perfeita para os dias quentes) e uma Imperial Stout com 12% ABV feita com caƒé brasileiro e a semente de Cumaru. “O resultado do uso da Cumaru na cerveja é surpreendente”, garante o idealizador.

Continue no CosmoNerd para mais novidades, listas e análises da cultura pop, geek e nerd. Aproveite para se inscrever em nosso canal do Youtube, ativando as notificações para não perder nenhuma novidade em vídeo.