Opinanerd

The Night Of é misteriosa e irresistível

Charles Luis Castro

12 jul, 2016

Séries dramáticas ocupam um lugar de destaque na TV. Não é raro encontrá-las em grande quantidade nas inúmeras listas de melhores produções televisivas de todos os tempos. E justamente por toda essa fama, acaba sendo um gênero explorado ao limite. Doses de mistério, suspense e etc. Tudo vale para tentar se destacar na multidão. Mas diante de resultados pífios, sempre é gratificante encontrar algo que surpreende. E The Night Of faz parte desse time. Indo além, é possível apontar que a nova série original da HBO tem potencial para brigar por espaço entre as melhores do ano.

Na trama, conhecemos Nasir Khan (Riz Ahmed, de O Abutre), um jovem americano descendente de paquistaneses. Na noite em questão, ele pega emprestado o táxi de seu pai para ir em uma festa, e aí as coisas começam a sair de controle. Totalmente alheio as funções de um taxista, ele acaba envolvido em situações constrangedoras, como ignorar passageiros e até mesmo expulsar desavisados que entram no carro. Mas quando a bela Andrea (Sofia Black-D'Elia) entra no táxi, "Naz" acaba não resistindo e aceita levá-la ao lugar desejado. Depois de um bom papo, cervejas e drogas, ele acaba indo para a casa da moça. Lá tomam mais alguns drinks, ingerem mais drogas, brincam com uma faca e por fim acabam transando. Quando ele acorda e encontra Andrea morta, tem o início uma série de momentos de tensão.

É uma sinopse bastante parecida com tantas outras que você já viu em filmes e outras séries. Mas The Night Of consegue ir além do óbvio. É interessante acompanhar as ações desastrosas de Naz ao longo da noite, de coisas simples até as mais graves. O espectador consegue montar um quadro mental de tudo que o torna suspeito do crime. E as inúmeras lacunas irão se encaixar ao longo dos episódios. A parte técnica também ajuda na construção do mistério. Câmeras focando em objetos e pessoas específicas, nos deixando sempre alertas ao "jogo dos 7 erros", do que mudou de uma cena para a outra e por aí vai. É como dar ao espectador mais do que algo para assistir, mas também para raciocinar e debater com os amigos.

the-night-of-riz-ahmed

É importante comentar que em nenhum momento Naz é tratado como um idiota, mas sim como alguém que está no "lugar errado, na hora errada". O carisma de Riz Ahmed é importante para que o público crie empatia suficiente para torcer por ele diante do cenário adverso. A tensão estampada em seu rosto nos momentos chave faz com que o espectador fique na ponta do sofá, imaginando o que virá a seguir. Sofia Black-D'Elia entrega de forma convincente a garota que faz qualquer homem desligar seus alertas de perigo. Suas atitudes estranhas não afastam, mas instigam a curiosidade de Naz e de quem assiste o episódio piloto.

Mas quando John Turturro entra em cena, todos os holofotes se voltam para ele. Ele vive o advogado Jack Stone, que ganha a vida limpando a barra de quem comete crimes idiotas na madrugada. Quando seu caminho cruza com o de Naz, é possível sentir que a interação dos dois renderá bons momentos. John consegue ser uma figura forte, mesmo com poucos minutos em tela. O papel originalmente era do falecido James Gandolfini,, que chegou a gravar o episódio piloto. Aliás, The Night Of claramente tem inspirações em dramas de sucesso como The Sopranos (estrelada por Gandolfini) e The Wire.

A fotografia de Robert Elswit também tem uma função de destaque. Com um Oscar na estante, ele trabalhou em projetos como O Abutre e Sangue Negro. Aqui, ele transforma a noite de Nova York em um personagem da trama, alternando entre o brilho e a imundice da cidade. Elementos urbanos como o preconceito e algumas atitudes duvidosas de policiais também estão presentes. Tudo trabalhando para construir a tensão de The Night Of.

TheNightOfCraigBlankenhorn

Todo o clima de The Night Of está intimamente ligado aos co-criadores da série, Richard Price (The Wire) e Steve Zaillian (que venceu o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado por A Lista de Schindler). São nomes de peso que valem pelo menos uma passada pelo primeiro episódio. Duvido que você não seja fisgado. E caso ainda esteja em dúvida, basta lembrar de todas as séries dramáticas produzidas pela HBO. Eles sabem o que fazem.

O primeiro episódio de The Knight Of está disponível gratuitamente na HBO GO. Os outros irão ao ar todos os domingos, na faixa da 22h e com estreia simultânea nos EUA e por aqui.

Deixe um comentário