inumanos xmen
Opinanerd

Qual a diferença entre os mutantes e os inumanos no Universo Marvel?

Ms. Marvel trouxe de volta os mutantes ao MCU, mas qual a diferença entre eles e os inumanos?

Filipe Vidal

13 jul, 2022

Os mutantes e os inumanos já deixaram marcas e legados pelo gigantesco Universo Marvel. Enquanto a produtora já gastou todo sua mão de obra na grosseira visão dos inumanos, o final de Ms. Marvel da Disney+ parece prometer uma nova inserção dos mutantes de volta à franquia.

Mas, essa dúvida já rolou muito por aí e a Marvel teve que se desgastar para elaborar uma resposta clara aos fãs.

Afinal, qual a diferença entre os mutantes e os inumanos?

Para começar a entender, é necessário frisar que não há aqui só o fator biológico, também, é preciso levar em conta a manifestação física do indivíduo com o gene modificado, seu grupo, suas ações e até um certo fator político.

Embora pareça tudo farinha do mesmo saco, a Marvel já afirmou, em History of the Marvel Universe, que há sim uma ligação de ancestralidade entre os dois grupos. Criado pelos Kree, Tuk é visto como o primeiro dos inumanos, mas que gerou um gene especial que dá origem aos mutantes, com uma ajudinha Celestial.

Inumanos Vs. X-Men (2016)

MUTANTES

A principal característica dos X-men e companhia é a presença da anomalia genética, Gene X, em seu DNA. Assim, os mutantes pertencem a raça Homo sapiens superior e desenvolvem seus poderes na fase da puberdade, tendo uma margem de erro para antes e depois.

Porém, nem sempre quem nasce com o Gene X vai desenvolver poderes grandiosos. Por incrível que pareça, é mais comum que pessoas com o DNA modificado não desenvolvam nenhum poder e acabem com alguma deficiência. Além disso, é bom lembrar que existem portadores do gene mutante com habilidades mais básicas, ou como chamam por aí: poderes inúteis.

O plano para o desenvolvimento dos mutantes era que o gene se desenvolvesse devagar, porém o contato com energia nuclear acabou acelerando o processo. E, como a energia nuclear está em todo lugar, basta apenas um trauma (até um pé na bunda, acredite) para ativar a mutação.

Contudo, isso não quer dizer todos os mutantes seguem essas regras. Jean Grey já nasceu com uma grande presença do Gene X em seu intelecto, enquanto Noturno já era azul desde o primeiro dia de vida. Isso nos leva a entender a manifestação física daquela mutação na pessoa, em relação a poderes ou não.

Por outro lado, você já deve ter reparado que, enquanto alguns podem destruir um planeta inteiro, outros mudam de canal com o piscar dos olhos. Isso porque os mutantes possuem uma divisão categórica de habilidades: Ômega, Alfa, Beta, Gama, Delta e Épsilon - em ordem de poder e manifestação.

Não se sabe ao certo quando os mutantes passaram a existir. En Sabah Nur (Apocalipse) surgiu no Antigo Egito há 5 mil anos. Na mesma época, ele se juntou a um grupo de mutantes em uma ilha chamada Okkara, que mais tarde fica conhecida como Krakoa.

Os mutante se dividem em grupos, já que não conseguiram estrelecer uma nação própria. Essa junção de indivíduos está ligada a luta pela aceitação da sua existência na sociedade, pois o preconceito e o terrorismo parecem fazer parte da vida dos portadores do Gene X.

xmen marvel 2022

INUMANOS

Diferente dos seus colegas mutantes, os inumanos pertencem a raça Inhomo Supremis, ou Homo sapiens inhumanus. Porém, essa raça não se deu claramente pelo processo de evolução e nada mais é do que uma experiência de guerra. Criados pelos Kree, os inumanos foram modificados geneticamente para combater os Skrulls durante a guerra Kree-Skrull.

Dessa forma, nos inumanos também há um DNA modificado, mas ele é totalmente controlado. Eles não desenvolvem seus poderes na puberdade ou em alguma outra fase específica. Um inumano pode passar a vida toda sem manifestar o seu poder específico, porém, todos eles possuem alguns atributos melhorados, como força, velocidade, resistência etc.

Para um inumano conquistar sua habilidade é preciso passar através da névoa de terrígeno, um processo conhecido como a cerimônia sagrada de Terrigênese, que ativa quimicamente a modificação feita pelos Kree. Porém, o grande ponto aqui é que, diferente dos mutantes, eles não correm o risco de se azarar no processo. Grande parte dos inumanos não parecem estranhos ou com alguma alteração física considerada negativa.

Apesar da névoa de terrígeno ser o processo normal, existe uma espécie conhecida como NeoInumanos, pessoas que passaram por uma alteração no DNA depois de uma Bomba Terrígena. Assim, mesmo que não tenham vindo da linha segmentada de reprodução das cobaias do Kree, eles também tiveram seu DNA alterado, ficando compatível com o dos Inhomo Supremis.

Alguns dos famosos inumano das HQs são Raio Negro, Medusa, Gorgon e Karnak, que pertencem à linha principal. Enquanto isso, do lados dos NeoInumanos temos a queridinha Ms. Marvel. Apesar de ter seus poderes advindos da modificação alienígena, ambos têm uma manifestação social bem diferente.

Para manter a ordem da espécie, os inumanos construíram uma sociedade monárquica e tecnológica chamada Atilan, nas montanhas do Himalaia, mas, com o tempo, se mudaram para a Lua. E, para manter essa ordem, foram necessárias leis bem definidas, comprometidas com a missão de aprimoramento genético e com as ações dos inumanos dentro e fora da metrópole.

Além da monarquia, há um Conselho Genético e um sistema de castas que controla a existência e vida inumana.

Inhumans

MUTANTES E INUMANOS NO MCU ATÉ AGORA 

Se você resolveu não acompanhar milimetricamente cada passo do MCU, provavelmente deve ter perdido o desdobramento dos inumanos. Embora tenha tratado de forma estranha a situação da raça, Agents of Shield retrata bem a relação inumano + sociedade + terrígeno.

Por uma série de fatores que impediram a formulação dos mutantes na franquia, Feiticeira Escarlate e Mercúrio deixaram de ser mutante nos filmes, seguindo com fidelidade as HQs. Por consequência, as outras adaptações não se sentiram na obrigatoriedade de introduzir.

Porém, uma mudança de chave vem acontecendo aos poucos. A presença dos Eternos no MCU pode estar ligada a uma introdução dos mutantes no planeta Terra, já que eles tiveram bastante responsabilidade no desenvolvimento do Gene X.

Além dos experimentos de Celestiais e da presença dos Kree por aqui, o MCU pode estar mostrando pistas de que algo maior do que imaginávamos vem por aí. Assim, a introdução dos mutantes vem sendo graduada e bem posicionada dentro do universo.

Por fim, o último episódio de Ms. Marvel confirmou a primeira mutante da franquia. A trilha sonora de X-men 1997 e o contexto de mutação genética podem ser a virada de chave para o MCU.

ms marvel xmen

Deixe um comentário