Opinanerd

O Natal do Gavião Arqueiro

Clint Barton e Kate Bishop vivendo aventuras natalinas

Charles Luis Castro

25 nov, 2021

Uma sensação que permeia o MCU após os eventos de Vingadores: Ultimato é da passagem de manto. Das produções lançadas durante essa nova fase, duas delas lidam diretamente com esse aspecto. Em Viúva Negra, Yelena Belova (Florence Pugh) dá seus primeiros passos para assumir o lugar da falecida irmã. Já em Falcão e o Soldado Invernal, Sam Wilson (Anthony Mackie) precisa entender sua responsabilidade como o novo Capitão América. Gavião Arqueiro, nova série do Disney+, segue com esse processo. E nos dois primeiros episódios já mostra suas qualidades, assim como perigosos defeitos.

Anos após a derrota de Thanos, Clint Barton (Jeremy Renner) busca recuperar o tempo perdido com seus filhos. Para isso, nada melhor do que uma volta por Nova York durante o Natal e uma pausa para assistir o musical do Capitão América. Porém, o Gavião Arqueiro precisa enfrentar o luto pela morte de sua melhor amiga e um problema auditivo agravado por sua rotina movimentada de super-herói. Interessante notar como ele ainda não sabe lidar com a fama de ser um dos Vingadores originais. Em outro canto da cidade, a jovem Kate Bishop (Hailee Steinfeld) demonstra seu talento em arquearia ao derrubar o relógio da faculdade. Como castigo, ela retorna para a casa de sua mãe Eleanor (Vera Farmiga) e descobre que ela está noiva do misterioso Jack Duquesne (Tony Dalton).

Never Meet Your Heroes, primeiro episódio da temporada, começa de uma forma bastante sólida e divertida. O destaque fica para a construção da relação entre Kate e Clint. Primeiro, com o Gavião Arqueiro salvando a vida de sua futura pupila durante a invasão de Loki, tornando-se uma inspiração para suas futuras atividades esportivas. Detalhe para a utilização dos créditos como uma forma de mostrar o desenvolvimento de Kate. E no presente, com o improvável encontro entre eles. Tudo envolvendo o manto do Ronin, a identidade de matador de mafiosos que Clint assumiu após Vingadores: Guerra Infinita. Porém, espero que esse não seja todo o plot da trama.

Gavião Arqueiro entrega um ar aparentemente descompromissado nesse início, mas com espaço para focar na dinâmica entre os protagonistas. O humor leve das produções da Marvel casa bem com a proposta de uma aventura natalina de tiro curto. O showrunner Jonathan Igla bebe bastante da passagem de Matt Fraction e David Aja pelas páginas do herói. Algo que fica claro já na identidade visual da série, o que é uma decisão bastante acertada.

Já em Hide and Seek, segundo episódio da temporada, essa boa dinâmica sofre uma queda assombrosa de qualidade. Tudo o que funcionou entre a dupla fica mais engessado aqui, especialmente a relação entre o mestre rabugento e sua aprendiz empolgada. A separação de núcleos beneficia especialmente Kate, que fica responsável por movimentar os mistérios da trama. Já Clint parece um tanto deslocado, provavelmente por encarar tudo isso como uma grande dor de cabeça que o afasta de sua família. No entanto, vale o destaque para o primeiro vislumbre de Alaqua Cox como Echo e por mais momentos com a Gangue do Agasalho, que devem render cenas de diversão boba no futuro.

É inegável o quanto Hailee Steinfeld rouba a série para si, brilhando ao ponto de ofuscar o experiente Jeremy Renner. Dos novos rostos apresentados até aqui, ela é quem melhor estabelece uma relação com o público. Algo importante se levarmos em conta o quanto sua personagem é desconhecida para a maioria dos espectadores. Ela entrega a inocência e a empolgação da juventude, alinhadas com carisma e uma sagacidade afiada. As cenas de ação beneficiam suas habilidades, tornando a maioria dos momentos mais verossímeis. Essa ambientação urbana mais pé no chão é sempre interessante de acompanhar.

Gavião Arqueiro começa de forma contida, mais preocupada em funcionar dentro desse universo particular. No entanto, sabemos que a inevitável força do MCU irá atrair a série para o seu núcleo de eventos interligados. Fica a expectativa se nos próximos episódios as coisas irão voltar aos trilhos ou se esse disparo vai mesmo passar longe do alvo.

Deixe um comentário