Anatomia-de-uma-Queda-Anatomie-dune-chute Anatomia-de-uma-Queda-Anatomie-dune-chute

Anatomia de uma Queda: um tribunal sobre relações humanas

As complexidades da instituição do casamento são um tema comum em filmes dramáticos que procuram relatar o relacionamento de uma forma mais realista. Anatomia de uma Queda (Anatomie d’une chute, 2023) utiliza de um acidente (ou crime?) para discutir essa complicada relação e a influência que uma pessoa tem sobre a outra. O longa venceu a Palma de Ouro e também está indicado ao Oscar 2024.

No filme, acompanhamos Sandra (Sandra Hüller), uma escritora alemã casada com Samuel (Samuel Theis) um também escritor francês. Os dois estão vivendo nos alpes franceses com o filho Daniel (Milo Machado Graner) e
seu cachorro. Certo dia, a criança encontra o pai morto em decorrência de uma queda e Sandra acaba se tornando a principal suspeita.

Anatomia de uma Queda possui várias camadas, é ao mesmo tempo um filme de tribunal, de suspense e também sobre um casamento. Enquanto a investigação sobre a morte de Samuel vai se desenvolvendo, nós, como expectadores e alienígenas à essa situação, vamos descobrindo mais sobre a relação dos dois. O longa faz um trabalho muito bom em demonstrar os fatos de forma bem lenta e críptica, deixando quase sempre os acontecimentos abertos à interpretação. Mesmo em cenas em que acontecem flashbacks, temos cortes para deixar tudo no mundo das ideias. Dessa forma, nos sentimos como o júri, os investigadores e até mesmo como o filho Daniel, descobrindo aos poucos a relação complicada dos pais.

Anatomia-de-uma-Queda-Anatomie-dune-chute

Esse mistério e confusão só funcionam perfeitamente por causa da atuação fenomenal de Sandra Hüller. A atriz alemã traz uma personagem complexa que vai fazer você sentir pena e também ódio. No decorrer do longa, seu papel vai mudar entre vítima e culpada de forma sutil e vai de cada um como interpretará os fatos postos na mesa. A personagem nunca é colocada como coitadinha ou maquiavélica, mas um perfeito e realista meio termo entre os dois, fugindo bastante de uma ideia maniqueísta presente em filmes norte americanos.

Outro ponto chave do filme é a criança, pois ele acaba representando o expectador em toda essa trama. Apesar de viver na mesma casa dos pais, ele estava muito alheio ao relacionamento dos dois. O personagem vai passar por um processo de investigação interna, unindo novos fatos e também lembranças que antes pareciam inofensivas. Junto com ele, vamos montando as peças da história para procurar uma solução. Se é que ela existe.

Anatomia de uma Queda vai muito além de um filme de júri ou investigação sobre uma morte. O longa vai questionar quem é realmente responsável por uma morte seja ela acidental, um homicídio ou um suicídio. Através de diálogos rápidos, montagem dinâmica e roteiro bastante inteligente, investiga a complexidade das relações humanas e como elas funcionam na realidade. Sandra Hüller é uma das favoritas para levar o Oscar de melhor atriz mas há uma injustiça aqui que precisa ser denunciada: o cachorro que entregou uma das melhores atuações dos últimos tempos foi garfado da competição. Espero que ele receba pelo menos uma menção honrosa durante as piadinhas da premiação.