olivia-colman-the-crown-netflix rainha elizabeth
Listas

Curiosidades que fazem da Rainha Elizabeth II uma pessoa irada

Estrela de diversos filmes e séries como The Crown, a monarca britânica sempre conseguiu se adaptar às diversas épocas em que viveu

Edipo Pereira

22 jan, 2021

Acompanhar a vida e rotina de uma autêntica família Real dentro de uma Monarquia é um fetiche que vem desde muito tempo, seja na mais notória de todas (a britânica) ou outras com menos notoriedade, como a portuguesa. São centenas de filmes e séries, como The Crown, que abordam o pesado fardo de se viver uma vida cheia de bonança e tédio.

E quando tratamos da Rainha Elizabeth II, que é a personagem central nesse assunto e também na superprodução da Netflix, as coisas sempre tendem a tomar grandes proporções. Porém, o fato é que a Rainha é uma pessoa pra lá de irada, tanto pela sua vasta experiência quanto pela pessoa que é.

Você duvida? Então confira as curiosidades que selecionamos a seguir e perceba o quanto você estava equivocado:

Pró-vacina

Vivemos num tempo de pós verdade, ao mesmo tempo que o mundo passa por sua pior crise sanitária das últimas décadas. A esperada vacina já chegou de forma adequada em diversos países, porém, o discurso negacionista acaba dificultando as coisas na hora de esclarecer a população. Nesse sentido, o bom exemplo dado pela Rainha Elizabeth II e pelo Príncipe Philip é muito bem-vindo. Ambos se vacinaram há poucos dias e, por mais que possamos dizer que é algo conveniente (por eles serem grupo de risco), eles possuem recursos e condições para se isolar e evitar a Covid-19.

Serviu na Segunda Guerra Mundial

Você sabia que a rainha já ingressou o Serviço Territorial Auxiliar feminino e treinou como motorista de caminhão e mecânica? Isso ocorreu em 1945, em plena Segunda Guerra Mundial. Ela é a única mulher da família real a ter entrado para as forças armadas do país, e é atualmente a única chefe de estado viva que serviu na guerra contra os nazistas.

Paga impostos mesmo sem precisar

Mesmo não sendo obrigada a pagar impostos perante a lei britânica, a Rainha Elizabeth II paga voluntariamente o tributo desde 1992. Isso reforça a importância de que um estado tem a obrigação de servir bem a população que sempre deixa parte do seu suado dinheiro para as forças governamentais investirem em educação, saúde etc.

Claro que, por ventura, você ache que imposto é roubo e o mercado pode suprir as carências da população organicamente. Eu apenas discordo de você, principalmente num cenário caótico como o que passamos, onde a atuação do estado faz toda a diferença na sobrevivência das pessoas mais carentes.

Dois aniversários

Sabia que a rainha comemora dois aniversários? Eu particularmente tenho grande inveja disso, pois quando era criança sempre quis uma festa de aniversário a mais por ano, algo nunca realizado pelos meus pais, o que considero uma maldade.

Mas voltando a Elizabeth, ela nasceu em 21 de abril de 1926. Porém, para comemorar seu nascimento num momento menos frio, ela promove sua festa em um sábado no final de maio ou junho.

Por fim, fica a esperança de que o bom exemplo de pessoa que a Rainha Elizabeth representa influencie outras pessoas. Se depender dos filmes e séries como The Crown, isso realmente pode acontecer como aponta um estudo promovido pela Betway, site de roleta online. Nele, podemos notar que as buscas pelo termo "Rainha Elizabeth II" subiu expressivamente a cada lançamento de temporada da série Netflix.

Deixe um comentário