Esdras Araujo da Silva

24 jul, 2022

Hqs e Livros

Franjinha - Contato é o trigésimo terceiro quadrinho lançado na coleção Graphic MSP (que completa dez anos este ano) e faz jus às proposta e qualidade que temos visto ao longo das obras já lançadas até aqui. Contando com roteiro e desenhos de Vitor Cafaggi, vemos uma bela história sobre mudanças e amadurecimento, com Vitor usando a nostalgia como um elemento de ligação para tratar desses temas de forma muito natural, mas também poética e reflexiva em alguns momentos.

Franjinha é um garoto introvertido, muito criativo e curioso, que cultiva uma fértil imaginação. Em meio ao seu crescimento, se vê diante do dilema de como lidar com essa paixão pela ciência e pelo desconhecido nesse contexto de mudanças, e o desafio de conciliar isto num período em que vai percebendo como a passagem da infância pra adolescência afeta sua vida em vários âmbitos: da forma de vestir às amizades (inclusive na dinâmica com seu melhor amigo, Jeremias), os novos interesses de sua turma do colégio, passando pela descoberta do amor, com a paixão por Marina, a relação com os pais, a forma de lidar com erros e a realidade etc.

A partir de uma aventura que se inicia ao mexer num velho rádio do avô, Franjinha vai percebendo todas essas mudanças, gerando momentos de reflexão, mistério, numa história que diverte, aguça a curiosidade, comove e emociona, com a belíssima arte de Vitor sendo um componente essencial nesse sentido, complementado a sensibilidade que permeia a história de forma impecável. Inevitável não remeter vários elementos do roteiro a obras da cultura pop como Anos Incríveis, Os Goonies, De Volta Para o Futuro, Mundo da Lua, Peter Parker (Homem-Aranha), Valente (quadrinho autoral de Vitor), entre outros, assim como é legal ver a ciência (tão atacada e descreditada por muitos nos últimos anos) sendo celebrada e utilizada como um dos condutores de uma narrativa que consegue ser divertida, tocante e inspiradora, como inclusive frisou Átila Iamarino, divulgador científico, que assinou o texto da quarta capa.

Franjinha - Contato vale muito a leitura!

Deixe um comentário