gamer-imagem-post
Games

Por que a maioria dos jogos são lançados ao final do ano?

CosmoNerd

5 maio, 2022

Quem tem mais contato com a indústria de games, provavelmente já percebeu que os grandes jogos (chamados AAA, ou triple A) costumam ser lançados perto do final do ano.

A princípio isso parece algo ruim, já que os gamers precisam desembolsar muito dinheiro de uma vez só para adquirir todos os títulos que desejam jogar. Em comparação, se fossem lançados a cada dois ou três meses, certamente muitas pessoas achariam bem mais fácil adquiri-los. Então por que as desenvolvedoras não trabalham dessa maneira?

‘’Gastança’’ de fim de ano pode ser a resposta

Se tem algo que toda grande empresa valoriza, e espera ansiosamente, é pelos últimos meses do ano. E o motivo disso é puramente econômico, uma vez que é nessa época do ano que as pessoas gastam mais com entretenimento, viagens, passeios, e é claro, com jogos também.

Diante disso, as empresas lançam seus jogos 40, ou 50 dias, antes do natal e ano novo, que são as verdadeiras datas dos sonhos do comércio mundial. Agindo assim, os produtores de games podem capitalizar bastante.

Tendo em mente que boa parte dos gamers são adolescentes (inclusive esta é a segunda faixa etária com mais gamers no Brasil), eles podem pedir os jogos de presente de natal para seus pais, tios ou avós. 

Também vemos que os adultos jogam bastante, destacando que as mulheres já são maioria entre os gamers no país. Com isso,  o que não falta é público para aproveitar as compras de fim de ano adquirindo novos games. 

O que os gamers fazem na “baixa temporada”

Com a situação exposta no tópico anterior, muitos podem imaginar que os gamers ficam sem opções durante a primeira metade do ano. Mas não é bem assim, embora em menor quantidade, ainda há o lançamento de jogos importantes, em períodos diferentes.

Além disso, muitos games são bem extensos, sendo necessário investir meses para conseguir ‘’zerá-los’’. Desse modo, um jogador que comprou três jogos ‘’grandes’’ no final do ano, tem diversão garantida por, no mínimo, uns cinco meses.

E isso tudo sem falar dos jogos online, que não tem um “final”. Nestes você pode jogar o quanto quiser, por meses a fio, já que não há uma fase final para superar. Bons exemplos são os simuladores de futebol, os games de cripto cassino, ou jogos de estratégia online, que têm vários torneios o ano todo.

Outra maneira de se manter na ‘’jogatina’’ é aproveitando as atualizações. Hoje em dia, praticamente todos os jogos lançados recebem atualizações com boa frequência. São correções constantes de bugs, mudanças no visual e jogabilidade.

Por fim, há a alternativa de aproveitar os jogos clássicos. Muitos gamers preferem passar um tempo jogando um game que já ‘’zeraram’’, ou então voltar àqueles títulos nostálgicos, enquanto esperam o lançamento das versões mais novas dos jogos de sua preferência.

Conclusão

Ficou claro que opções não faltam aos gamers de hoje em dia, embora a pressão comercial faça com que muitos jogos sejam lançados apenas no final de cada ano. Com a grande variedade de desenvolvedores, títulos, plataformas, e categorias de jogos existentes, qualquer pessoa pode se divertir jogando a qualquer hora, independente do período do ano.

Deixe um comentário