Após um mês de acirrada disputa entre os participantes, chegou a hora do Brasil conhecer o novo talento da narração do Rainbow Six Siege no país com a grande final de “Looking for a Caster”. O público já pode escolher entre Camilla Garcia e Victor Stoker no site www.sportv.com/l4c até sexta-feira, dia 19, quando acontece a exibição ao vivo do último episódio do reality. Eles disputam ainda o troféu L4C, a chance de participar da transmissão da decisão do Brasileirão de Rainbow Six Siege 2019 e a oportunidade de levar R$ 10 mil reais para casa. O vencedor será decidido também por votos dos jurados, Patife e Retalha, e elenco do SporTV e da Globo, como os apresentadores Tiago Leifert e Alex Escobar. O episódio final vai ao ar às 21h no SporTV 3 e no canal e-SporTV no YouTube.

Tanto Camilla quanto Victor já se consideram vitoriosos em participar do Looking for a Caster e de terem chegado até a final. Para Camilla, o jogador se vê retratado através dela. “O maior reconhecimento que tenho é o de representar essas pessoas que jogam todos os dias. As pessoas precisam entender que videogame também é uma forma muito digna de se divertir. Assim como quem assiste futebol, série ou filme”, afirma. “Conseguir passar etapa por etapa, passinho por passinho, me deixa muito feliz. Estou com a expectativa de representar as mulheres na narração. Já temos meninas maravilhosas jogando e criando conteúdo, por exemplo. Agora estamos perto de, finalmente, ter uma mulher narrando e transmitindo um campeonato de e-sports”, completa.

Esse ato de incentivar outras pessoas também é um estímulo a mais para Stoker levantar o troféu. “Espero ter essa vitória não só por mim, mas pelo público que me acompanha e pelas pessoas que motivei. Muitos vieram me parabenizar e falar que eu mostrei que é possível chegar onde você deseja. São pessoas que viram meu trabalho, meu potencial e começaram a gostar”, explica Victor. “Estudei e analisei muito o jogo e acho que ficou evidente que tentei melhorar os meus pontos fracos. O Stoker do começo do reality é diferente do da final. Ganhar o Looking for a Caster tem um fundo muito maior do que a vitória simplesmente”, afirma o finalista.

O “Looking for a Caster” é o primeiro reality show do SporTV e da VIU Hub, unidade de negócios digitais da Globosat. Essa temporada é uma parceria com a Ubisoft, desenvolvedora do Rainbow Six Siege. O programa é apresentado por Nyvi Estephan e seu corpo fixo de jurados conta com Patife, youtuber e precursor do jogo no Brasil, e Otávio “Retalha” Ceschi, caster da Ubisoft.

Conheça os finalistas de Looking for a Caster:

Camilla Conceicão Santos Garcia (@narradoramilla)

Filha de mãe baiana e pai paulista, Camilla nasceu em Fortaleza. Aos 4 anos foi para Pindamonhangaba e, aos 11, para Salvador, onde ficou por 20 anos até se mudar definitivamente para São Paulo. Seu primeiro contato com jogos foi com Sonic, por volta dos oito anos. Hoje, aos 33, a participante diz que Rainbow Six Siege é o game que mais jogou na vida e viu no Looking for a Caster a oportunidade perfeita de juntar suas duas paixões: narração e Rainbow Six. O fato de não existir muitas mulheres nessa profissão sempre a incomodou e pretende ocupar esse espaço com outras meninas. Além de e-sports, também narra esportes tradicionais e dá aula de música em uma ONG. Para ela, o jogo da Ubisoft representa emoção, diversão e responsabilidade.

Victor Moreira Rodrigues (@sr_stoker)

O paulistano Victor Stoker, como é conhecido, tem 19 anos e uma veia empreendedora que caminha junto com a de gamer e narrador. É dono de E-commerce de periféricos, bijuteria e maquiagem. Considera que, na narração, é necessário ser um empreendedor para trabalhar como se fosse uma empresa e saber oferecer os seus serviços. Pegou gosto pela narração em 2016, quando percebeu que conseguia desenvolver a técnica de forma natural. Para Stoker o narrador precisa ser um camaleão e se adaptar ao ambiente. A paixão por Rainbow Six Siege começou quando viu que sua movimentação, jogabilidade e táticas eram diferentes de outros jogos, permitindo ao narrador a oportunidade de desenvolver várias técnicas.

*Crédito das fotos dos finalistas: Gianne Carvalho