Assassin's Creed Valhalla
Games

Assasin's Creed: Valhalla sofre acusação de capacitismo

Acusada de preconceito, a empresa planeja reparar seu erro em nova atualização

Becky C.

13 nov, 2020

No Twitter, Courtney Craven, gamer e criador da página @CanIPlayThat, voltado para acessibilidade de jogos para PCD's, chamou a atenção da Ubisoft por conta da descrição de uma personagem em Assassin's Creed Valhalla, que diz:

"Terrivelmente queimada durante um acidente de infância, Eorforwine tem pavor que alguém veja seu rosto desfigurado. Ela libera a sua fúria em explosões de violência." [tradução livre]

A descrição "rosto desfigurado" trouxe certa polêmica nas redes, e a discussão foi levantada por Courtney, que postou em seu Twitter:

"Eu não inclui isso nas minhas impressões sobre Assassins Creed Valhalla, mas, é importante que seja dito. Essa é a descrição de uma personagem no jogo (descrição acima). É totalmente inaceitável falar desse tipo de diferença facial dessa maneira. Roteiristas do jogo e outros precisam fazer melhor do que isso." [tradução livre]

Ao invés de achar ruim, a Ubisoft respondeu diretamente à postagem, pedindo desculpas:

"Muito obrigado por ter nos apontado isso - nós desculpamos por sem querer reforçarmos o capacistismo por meio dessa descrição. Iremos remover essa linguagem na próxima atualização." [tradução livre]

Algumas pessoas reclamaram, alegando ser vitimismo, exagero, enquanto outras explicam por a + b porque esse tipo de situação não deve continuar. Recentemente tivemos outra polêmica do mesmo tipo, com o lançamento do filme Convenção das Bruxas, que a representação das bruxas trazia uma similaridade com uma deficiência que causa muito sofrimento para quem tem.

Se você tiver interesse e souber ler em inglês, há um "guia" feito por PCD's para que as pessoas entendam o poder da linguagem na hora do preconceito e que tipo de linguagem pode ser utilizada para não machucar ninguém da comunidade. Você pode lê-lo AQUI.

E aí? O que vocês acham desse tipo de situação? A empresa fez o correto? Deixem nos comentários o que vocês pensam.

Saiba mais sobre Assassin's Creed: Valhalla aqui.

Deixe um comentário