Desde que nos foi apresentado, o Stadia causou diversas expectativas entre a comunidade. O vislumbre de um serviço de streaming de jogos da Google, baseado no sistema de nuvem que pode funcionar em tablets, navegadores, TVs e outros conteúdos, parecia um algo que estava longe da realidade, até o momento.

Caso seja realmente bem feito, o streaming pode trazer uma nova maneira de jogar, talvez popularizando ainda mais essa indústria.

Em uma recente entrevista da GamingBolt a Lewis Ward, analista da International Data Corporation (IDC), foram colocadas algumas questões sobre a nova proposta da Google. Para Ward, a companhia pode vir a cobrar US $15 mensais pelo serviço. Confira uma parte da entrevista:

O [PS Now] custa US $20 ao mês, mas oferece descontos de até US$ 10 mensais. É preciso fazer várias suposições sobre a captação de clientes, custos de infraestrutura e quais estúdios de desenvolvimento estão dispostos a receber por usuário ou por minuto de uso para se criar um cenário lucrativo crescenta para o Stadia, mas meu palpite é que se o Stadia conseguir mais de 500 títulos sólidos no lançamento e definir um plano para adicionar pelo menos 50 novos jogos todos os meses, então US$15 por mês parece bom”.

Está será uma tarefa complicada, mas a intuição de Ward faz sentido, levando em conta os serviços do Playstation Now e o Game Pass. O Stadia será, a princípio, lançado apenas nos Estados UnidosCanadáReino Unido e Europa.

Se essas previsões estarão certas? Não teremos que esperar muito para descobrir – o serviço da Google chega nesse ano, ainda.

_______