Rene Madeira

2 mar, 2021

Games

Um jogo difícil e implacável, atributos que o tornam apaixonante

Poucos jogos mudaram a indústria como Demon's Souls. Seu lançamento original e silencioso deu vida a um gênero e a uma dificuldade que muitos presumiam estar morta. Além disso, é difícil pensar em um jogo de ação que não tenha sido influenciado pelo “soulslike”. A FromSoftware torturou e entreteve nossas almas no PlayStation 3 no início com Demon's Souls e Dark Souls, um novo estilo que traz desafios para os jogadores com momentos incrivelmente difíceis, fazendo-os encontrar o maior número de checkpoints, com que memorizem e entendam os cenários, observem padrões de ataques inimigos, saibam balancear os equipamentos - analisando o seu peso, por exemplo - e o uso de elementos dentro do jogo, como fogo e magia para certos tipos de locais, tudo isso faz com que souslike (nome dado ao estilo do game) se torne algo bem memorável.

A história que conduz Demon's Souls gira em torno da terra amaldiçoada de Boletaria. Demônios infectaram a Terra com o único propósito de coletar almas, o que transforma os seus residentes em criaturas sem vida que vagueiam o mundo constantemente com violência. Os antagonistas são enormes, feios e cruéis. Seu personagem, que é derrubado no início do jogo, tem a tarefa de recuperar almas e retomar a terra de Boletaria, destruindo os demônios que governam essa terra amaldiçoada e outras regiões do mundo.

O enredo está repleto de horror, o que pode ser a melhor parte do jogo. Possui bastante narrativas e diálogos, o que essencialmente ajudam a impulsionar o jogador a continuar. É uma das razões pelas quais cravei meus calcanhares no chão e continuei avançando em busca da platina (completar em 100% o jogo). Esse tipo de jogo me deixa completamente maluco, mas o modo como criaram o mundo, a história e sua gameplay são bons o suficiente para fazer tudo valer a pena.

O começo do fim é o começo

Demon Soul's Remake Playstation 5

Certamente você conhece a forma de jogar um “soulslike”. Já ouviu de amigos ou talvez tenha experimentado a rotina constante de morrer neste tipo de jogo. Não é nenhuma piada. É deixado claro para que espere por isso, independentemente de quão bom você possa pensar que é em Demon's Souls. Acho que esse é um dos atrativos do jogo, entender que TODAS as probabilidades estão contra as suas habilidades.

A necessidade de resolver problemas na hora e evitar cometer erros é recorrente no estilo deste jogo, que oferece todas as ferramentas para chegar a um final, mas certamente faz você sentir cada grama de esforço necessário para se chegar lá. Por exemplo, saber que você pode rolar para sair de uma situação ou que pode desviar/acertar em um momento preciso o ajudará a cultivar um tipo de solução que o levará longe. Isso não significa que, conhecendo essas técnicas, sempre se dará bem ou morrerá menos, agora você apenas entende as utilidades em seu cinto de ferramentas para progredir... Eventualmente. 

Dito isso, não há nada mais satisfatório do que chegar em um chefe depois de viajar uma distância tão longa e passar por um verdadeiro inferno para chegar lá. O jogo vai aumentando a pressão nessas partes, sendo necessário aprender qual é o padrão que esse chefão usa. A tensão para se permanecer vivo e o planejamento para aprender os movimentos na hora é o que torna este jogo uma espécie de prazer doentio. É estranho descrever, mas passar por um grande desafio e avançar para o próximo estágio é o mesmo que possuir um PC de alta potência e perceber que pode executar qualquer coisa. Traz uma certa euforia e você pode se sentir imparável, mas somente até a próxima fase começar.

De qualquer forma, a jogabilidade de Demon's Souls e sua inevitável frustração são aliviadas por alguns detalhes adicionais no design de jogo. A melhor? Quando você destrói inimigos, recebe almas. Essas almas recebidas são moedas do jogo para ajudar com saúde, armadura e armas (bem como atualizações). Porém, se morrer, elas são deixadas no local onde morreu. Se morrer novamente sem recuperá-las, as almas se perdem, sendo necessário toda uma preparação para saber quando usá-las e quando mantê-las.

Bem, este jogo foi feito para o melhor dos melhores. Isso significa que se você tiver sucesso, então é um bom jogador. Isso até pode parecer uma provocação, mas não é. É simplesmente a verdade. Este jogo é mais difícil do que o resto da série Souls. É um bom jogo por ser verdadeiro quanto ao que é, algo que todos os jogadores devem saber. É difícil, é implacável e é isso que o torna apaixonante.

PlayStation 5 torna Demon's Souls melhor

Demon Soul's Remake Playstation 5

Embora o motivo para trazer este jogo de volta para casa, após 11 anos, seja porque ele precisava de um relançamento, a versão refeita do zero torna o lançamento do PlayStation 5 legítimo. Demon's Souls remake é uma coisa linda. Todos os aspectos dele são detalhados, a iluminação é somada com o fator terror, até mesmo as expressões dos monstros quando eles são mortos estão presentes pra te deixar totalmente imerso nesse mundo, sendo diferente de tudo que você já viu. A atmosfera é atualizada graças aos recursos do sistema para tornar os momentos mais terrivelmente impactantes por meio dos detalhes.

A velocidade do SSD muda tudo, já que morrer no jogo significa que você é rapidamente colocado de volta no esquema das coisas e recebe outra chance rápida de redenção ou de coletar aquelas almas que perdeu. Há muito mais adicionado com tempos de carregamentos rápidos e visuais atualizados, o que só poderia ter acontecido graças ao PS5. Sério, não existem telas de loading aqui. Áreas que os jogadores memorizaram recebem, repentinamente, mistérios por meio da arquitetura e do design artístico que impõem medo nos corações dos visitantes mais experientes da série. O mal-estar quieto e cavernoso dos fossos da peste cujo silêncio só é quebrado por um Depravado gritando, tentando desesperadamente separar você de sua última fração de saúde, cria uma das atmosferas mais incríveis que já experimentei em um videogame.

O poder do PlayStation 5 é apresentado no seu total desde o início. A beleza reside tanto no espetacular quanto no sutil. Sim, os chefes nunca pareceram mais imponentes, mais completamente distorcidos e intimidantes, mas coisas como as bandeiras do castelo de Boleteria queimando de forma realista enquanto seus restos carbonizados flutuam ao vento são igualmente impressionantes. Você certamente ganhará uma viagem de volta ao Nexus enquanto se maravilha com a iluminação. É difícil imaginar uma versão melhor.

CONCLUSÃO

A Bluepoint se estabeleceu como mestre do remake com Shadow Of The Colossus, mas em Demon's Souls Remake eles reproduziram um jogo de lançamento que será difícil de se vencer por vários anos. É difícil argumentar contra ele ser o jogo de console mais bonito de todos os tempos. A jogabilidade é tão recompensadora e justa como sempre. É um dos melhores jogos de lançamento para PlayStation de todos os tempos. Se é isso que a Bluepoint pode fazer no primeiro dia do PlayStation 5, a perspectiva do que eles podem conseguir em anos é incrivelmente empolgante.

Deixe um comentário