Xbox One: jogos disponíveis para Mouse e Teclado no console [+DICAS]

0
controle de um console xbox com um teclado ao fundo

Por mais que muitos tenham previsto o fim dos consoles – devido à alta frequência de atualizações para hardware promovida pela indústria, o que favorece os PCs Gamer, as empresas estão sobrevivendo muito bem ao aplicar alguns conceitos como a opção de acessórios em seus aparelhos, como é o caso do Xbox One com seu suporte para mouse e teclado.

Desse modo, hoje vamos adentrar um pouco mais nessa nova vertente, que visa integrar ainda mais os jogadores desses dois mundos. Vale lembrar que muitos jogos no mercado possuem servidores multiplayer que aceitam ambos, o que sem dúvida eleva a ideia de conectividade a níveis muito altos. Primeiro, vamos entender um pouco as principais diferenças entre console e computador, e como o uso desses acessórios altera a dinâmica do usuário. Em seguida, listaremos 15 jogos disponíveis com a funcionalidade, finalizando com algumas dicas de hardware.

Diferenças básicas

No controlador do console, as principais características são: botões direcionais, pinos analógicos, botão com nível de pressão, confortável (compacto, ele cabe nas mãos, permitindo acesso imediato aos comandos), fácil de guardar e função de vibrar. É basicamente desses elementos que consiste o acessório atualmente.

Já via mouse e teclado, algo anteriormente exclusivo do PC Gamer, temos de vantagens em relação a um controle de Xbox as seguintes funções: uma centena de teclas, amplamente configurável a gosto do player, botões precisos, controle ágil de câmera, ergonomia que favorece o desempenho (ao invés do conforto), precisão de clique e acesso rápido ao chat de jogos que possuem tal recurso.

Sendo assim, o controlador ficará em desvantagem quando a intenção for jogar alguns estilos como FPS (jogo de tiro em primeira pessoa) por conta da necessidade de tempo e precisão nos tiroteios, além da comunicação via chat, algo recorrente. Nos games de estratégia do tipo Age of Empires, a principal deficiência fica na ausência do essencial cursor funcional, que necessita ser movido rapidamente de um lado para outro, além de outras aplicações como seleção múltipla de itens. A mesma lógica pode ser aplicada aos RPGs – incluindo MMOs.

Antes de concluir, é importante ressaltar que nossa intenção não é eleger algum modo de jogabilidade como o melhor, pois fica evidente que cada estilo possui suas características próprias. Fugindo um pouco da comparação original, vale lembrar a diferença que faz, por exemplo, um volante controlador em simuladores de corrida. Ou seja: cada caso requer um entendimento do seu contexto.

Então podemos entender que um combo de teclado e mouse para um console como Xbox One é algo que só trará benefícios aos jogadores, pois além de aproximar o nível de desempenho aos PCs Gamer, oferece mais opções aos clientes – contanto que seus jogos ofereçam tal suporte. Como consumidor, acredito que este seja o cenário ideal.

15 Jogos disponíveis com a funcionalidade

Fortnite – Esse dispensa comentário, pois é simplesmente um dos games mais jogados do mundo, atingindo a marca de 250 milhões de usuários. Produzido pela Epic Games, Fortnite foi lançado em 2017 e está disponível em basicamente todas as plataformas. Tamanha concorrência, ocasionada pela imensa quantia de pessoas, certamente vai demandar uma precisão maior para você não fazer feio nas disputas multiplayer.

fortnite
Sucesso da Epic Games, Fortnite é um dos jogos mais populares do mundo

Minecraft – Desenvolvido pela Mojang Specifications, esse é provavelmente o jogo mais velho da nossa lista, tendo sido lançado no segundo semestre de 2009. Trata-se de um jogo muito atrativo por seu apelo retrô, pois é composto basicamente de blocos, ao mesmo tempo que oferece possibilidades infinitas dentro de sua proposta de mundo aberto.

Metro Exodus –  Outro que pode ser conferido via mouse e teclado no Xbox One é Metro Exodus, que certamente deixaria muitos usuários do console em desvantagem em relação ao PC Gamer, não fosse o recurso objeto de nossa análise. Isso porque o jogo é um FPS e, como já observamos acima, oferece muito mais precisão em relação ao controle tradicional. Lançado ainda em 2019, seu desenvolvimento aconteceu pela 4A Games.

METRO EXODUS
Metro Exodus: disponível no mercado pela Deep Silver

Sea of Thieves – Fruto do trabalho criativo da Rare, responsável por clássicos como Star Fox e Donkey Kong Country, esse jogo consegue manter a identidade visual da empresa – algo elogiável para um jogo 100% online. O game apresenta uma temática bastante imersiva, com direito a embarcar em missões, colecionar saques e combater rivais nas opções multijogador. Ele está disponível desde 2018.

Bomber Crew – Simulador de voo e bombardeio estratégico ambientado na Segunda Guerra Mundial, onde o jogador precisa se concentrar em cumprir suas missões e, ao mesmo tempo, manter sua tripulação sã e salva. Você pode gerenciar diversas coisas nas partidas, como munição, combustível e até a parte hidráulica. Os inimigos vão desde elementos naturais como mau tempo, até artilharia antiaérea e caças do outro lado da disputa.

Gears 5 – O usuário de Xbox certamente possui um carinho único com a franquia Gears of War. Certamente, trata-se de um jogo que cairá muito bem no teclado e mouse do Xbox One, pois os jogos exclusivos da Microsoft também chegam para Windows, dando assim uma proximidade natural da franquia de ação com o PC Gamer. Desenvolvido pela The Coalition, a trama continuará a saga dos seres humanos que resistem à invasão Locust, seres reptilianos em busca do controle da Terra. O jogo também terá multiplayer online em modo competitivo e cooperativo.

gears 5 xbox one
Gears 5 é a grande novidade da Microsoft para o início do segundo semestre de 2019

Children of Morta – Jogo indie desenvolvido pela Dead Mage, trata-se de um RPG com elementos de aventura. A trama acompanha um casal apaixonado que vive como guardiões do Monte Morta, até alguns monstros aparecerem trazendo o caos. Desse modo, sua missão será manter a paz no monte, enfrentando hordas de inimigos enquanto protege sua família à noite. Além da emocionante narrativa, o visual do jogo é um show à parte, remetendo ao 8 bit.

The Sims 4 – Lançado em 2014, o quarto título da franquia é mais um desses exemplos de jogos que fazem tanto sucesso que perduram no mercado. A mecânica, no entanto, continua a mesma, em que controlamos os personagens em atividades que emulam a vida real e suas diversas relações, sem possuir um objetivo final definido.

Warhammer: Vermintide 2 – Continuação do jogo lançado em 2015, esse novo jogo da saudosa franquia Warhammer (disponível desde março do ano passado) é outra opção sensacional de jogatina no teclado e mouse pelo Xbox One. Vermintide 2 também é um FPS mas, ao invés de uma infinidade de armas de fogo, aqui o foco são armas brancas como machados, marretas, espadas e flechas. O jogo é muito divertido e possui lindo visual. Usar usar os acessórios te deixará em pé de igualdade com um usuário de PC Gamer.

Warhammer: Vermintide 2
Warhammer: Vermintide 2 possui mecânica simples, mas muito divertida

Smite – Uma opção de MOBA (multiplayer online battle arena) com o recurso é Smite, da Hi-Rez, dona de outros produtos como Paladins e Relm Royale. O jogo consiste em controlar um deus, deusa ou criatura mitológica para disputar combates em times, com direito a táticas próprias e presença de npcs.

Wargroove – Desenvolvido pela Chucklefish Games, o jogo chegou ao mercado em fevereiro deste ano. Logo de cara, os gráficos e sistema de combate remete demais à franquia Advance Wars, criada para o antigo Game Boy Advance (GBA), que consiste em batalhas de estratégia em turnos. Dotado de uma trilha sonora épica e lúdica ao mesmo tempo, o game investe numa ambientação mais medieval, com bastante fantasia, reis, rainhas e espadachins.

Deep Rock Galactic – Lembrando Left 4 Dead, esse jogo é desenvolvido pela Ghost Ship Games. A trama é bem divertida, na qual você escolhe entre 4 anões espaciais que precisam explorar minerais de outros planetas, roubar ovos alienígenas ou recuperar equipamentos perdidos. No formato de FPS, Deep Rock Galactic está disponível nos modos single, co-op e multiplayer.

War Thunder – Um simulador de combate aéreo ambientado na Segunda Guerra Mundial e Guerra Fria também é uma boa pedida. War Thunder é desenvolvido pela Gaijin Entertainment, contando com 7 países para o jogador escolher entre aeronaves e blindados, levando em consideração as características próprias de cada nação e sua relação com os aliados.

Strange Brigade – Dos mesmos criadores da franquia Sniper Elite (Rebellion Developments), esse jogo cooperativo em terceira pessoa traz 4 personagens com características distintas, seguindo a fórmula de enfrentar muitos inimigos até chegar ao chefe de fase. A ambientação lembra bastante filmes de aventura e exploração, como A Múmia. O jogo foi lançado em agosto de 2018, e seus gráficos no gameplay são bonitos, com cenários ensolarados.

DayZ – Esse jogo tem a capacidade de deixar muitas pessoas apaixonadas por ele, devido ao seu grau de complexidade nas relações. É como os dilemas humanos de temática zumbi apresentados em The Walking Dead, onde em DayZ o jogador aparece num local aleatório do mapa e precisa buscar suprimentos, formar alianças etc. A ambientação acontece em Chernarus, região pós-soviética fictícia. Os gráficos não são um primor mas, como mencionado, o foco do jogo são as relações interpessoais.

dayz
DayZ Standalone: viva uma experiência semelhante a dos humanos em The Walking Dead

Qual keyboard comprar?

Em parceria com a Microsoft, a Razer lançou no mercado o Turret, que é um kit composto por teclado e mouse sem fio que funcionam com os console Xbox One. O produto possui um visual que remete aos de PCs Gamer, com cores arrojadas. Ele funciona na frequência de 2.4 GHz, precisando de um pequeno dongle (aparelho que conecta na porta USB), que fica responsável pela comunicação com os dispositivos. Sua autonomia é de 40 horas, de acordo com a fabricante.

teclado-e-mouse-razer-microsoft xbox one
Turret, lançado pela Razer em parceria com a Microsoft

No entanto, o console tem suporte, há algum tempo, para qualquer tipo de keyboard – e com uma compatibilidade muito boa. O único pré-requisito é que seja um dispositivo com conexão wireless, e não bluetooth.

Então, uma dica bem legal de custo-benefício é o mecânico Motospeed GK89. Ele tem um acabamento caprichado, com uma base de metal que favorece a resistência do aparelho, além de possuir bateria própria que pode ser recarregada (ninguém merece dispositivos à pilha, certo?).

Motospeed-GK89-2.4GHz-Wireless
O Motospeed GK89 2.4GHz é uma boa opção custo-benefício com suporte para o console

Como configurar o mouse

No menu inicial do seu console, vá na aba Configurações > Kinect e dispositivos > Mouse. Lá você pode regular a velocidade do ponteiro, com direito a 10 níveis para ajuste. Se você for canhoto, pode inverter a ordem dos dois principais botões de clique.

Onde conseguir esses e outros acessórios?

Finalizando, fica a recomendação do aplicativo do KaBuM! para você conferir alguns dos produtos mencionados aqui como hardwares e jogos, além de smartphones e outras tecnologias.

Espero que as dicas tenham ajudado. Obviamente, ainda faltam alguns pontos para essa integralidade se consolidar como algo definitivamente bem-sucedido, como uma lista maior de jogos do Xbox One. Porém, só pelo fato de um grande lançamento como Gears 5 e outros fenômenos mundiais (como Fortnite e Minecraft) já chegarem com esse suporte, é um sinal de que a Microsoft está interessada nessa vertente do mercado de games.

E caso você esteja com medo de que os consoles percam sua essência, fique tranquilo, pois dificilmente iremos abandonar o precioso joystick em nossas jogatinas 🙂