Operação Burnt Horizon marca o início de novo ano em Rainbow Six

0
Operação Burnt Horizon marca o início de novo ano em Rainbow Six

A Ubisoft lançou a nova temporada de Rainbow Six Siege em março. A DLC Operação Burnt Horizon marca o início do quarto ano do game. Ele conta com um novo mapa, o Outback, e também com dois novos operadores australianos. As atualizações do game prometem muitas novidades no combate, que começa na Oceania. A expectativa é que, nos próximos oito meses, sejam lançadas mais três atualizações.

Talvez, a maior mudança de detalhes esteja nos dois novos operadores, um de ataque e outro de defesa. Além das novas skins, eles também trazem armas e itens que podem dar uma boa renovada no game. A personagem feminina Gridlock é a novidade no ataque, tendo como principal característica a velocidade dentro do jogo, inclusive com algumas armas novas. São duas opções para arma primária. O rifle F90 e a M249 SAW, que causam uma boa quantidade de dano. Porém, a principal novidade é o item Trax Stingers, que lançam automaticamente armadilhas no chão.

O segundo personagem é o Mozzie, que será de defesa. As opções de arma principal são a P10 Roni e o rifle Commando 9, porém são as aranhas eletrônicas dele que chamam atenção. A Pest Launcher permite soltar pequenos robôs com a função de roubar drones adversários. O operador pode ser um grande diferencial na posição de defesa, inclusive montando armadilhas. As histórias envolvendo tanto Gridlock, como Mozzie, devem ser reveladas apenas durante a gameplay desta temporada inicial.

Outra mudança é o mapa Outback, o local principal da Operação Burnt Horizon. Ele é uma espécie de hotel no meio do deserto australiano, e conta com três tipos de setores divididos por cores. A área da pousada, onde ficam os quartos e recepções, é pintada de amarela, enquanto a garagem e o restaurante estão pintados de azul e verde, respectivamente. O Outback vai estar presente em torneios de eSports de Rainbow Six.

Além dessas novidades, a nova DLC do game também traz algumas mudanças na loja online e também nas interfaces do jogo, como já é padrão. A Ubisoft também confirmou que a correção de bugs e a alteração de alguns pequenos dados de operadores e armas foram corrigidos ou alterados.

Mudanças no eSports e mais torneios

O crescimento de Rainbow Six foi positivo no ano passado. Recentemente, o game conseguiu atingir os 40 milhões de jogadores. Números que fazem a Ubisoft apostar cada vez mais no game, seja para jogadores casuais ou então no profissional. Pensando nisso, a produtora decidiu alterar algumas características nas partidas de eSports.

A principal novidade é o aumento de rodadas para vencer um mapa, antes eram necessárias seis vitórias e agora serão sete. Além disso, o jogo agora terá seis rounds de defesa e de ataque para cada time, resultando em dois rounds a mais no final da partida. Os anúncios foram todos realizados justamente na Pro League Finals, que teve como campeã a equipe G2 Esports, como mostra o portal Tech Tudo. O objetivo da Ubisoft é ganhar espaço no mercado do eSports, e a produtora tem sido bem sucedida com a ideia.

Recentemente, os torneios e as equipes de Rainbow Six têm conseguido bastante popularidade no Brasil. A equipe Ninjas in Pyjamas, por exemplo, é composta apenas por brasileiros e aparece forte no cenário internacional. Além disso, os torneios nacionais já conseguiram até apoio de alguns sites de apostas. Em sua seção de Esports, o portal da Betway disponibiliza as cotações das principais partidas do Campeonato Brasileiro do game, dando mais credibilidades aos jogadores daqui.

Brasileiros conseguem espaço em Rainbow Six

Assim como acontece no CS:GO, os jogadores profissionais brasileiros estão em alta no cenário do game. Além da Ninjas in Pyjamas, o Brasil tem como principal representante a FaZe Clan, talvez o melhor time com brasileiros no jogo. A equipe quase conseguiu fazer valer o fator casa, no Rio de Janeiro, e levar o título da Pro League Finals 2018, porém acabou derrotada na final pela francesa G2.

O Brasil já possui difetentes equipes no premiado jogo, com boas equipes presentes nos torneios de Rainbow Six. Por isso, a final da Pro League que ocorreu no Rio de Janeiro foi um sucesso de público, com cerca de 20 mil pessoas no evento. Os gamers brasileiros podem esperar muitas novidades.