Como introduzir os mutantes no MCU e fazer justiça à Feiticeira Escarlate

0
211
feiticeira escarlate e visão marvel studios vingadores guerra infinita

Depois de um demorado processo de compra da FOX pela Disney, finalmente temos o Quarteto Fantástico e X-Men debaixo das asas da Marvel Studios. No entanto, é um mistério o modo como esses personagens – especialmente os mutantes – serão introduzidos no MCU. Mas isso já pode estar acontecendo.

Um apontamento feito por um usuário do Reddit (via ComicBook) chamou a atenção para a descrição da Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) no Marvel Studios Character Encylopedia:

“Ela pode ser chamada de Feiticeira Escarlate, mas os poderes de Wanda não são derivados do oculto”, diz o livro. “Seja alterando-a ou apenas abrindo algo mais tarde dentro dela, a Joia do Infinito no cetro de Loki lhe concedeu poderes incríveis. A interface neuroelétrica interna de Wanda permite que ela conjure explosões de energia telecinética. Ela também pode usar essa energia para criar barreiras, levitar e mover objetos; comunicar e ler pensamentos por telepatia e até mesmo manipular as mentes dos outros.”

Na interpretação desse usuário do Reddit, essa descrição pode ser uma abertura para revelar que o gene mutante já exite nesse universo. Até que há sentido na afirmação, mas é óbvio que precisamos esperar algo mais concreto por parte da Marvel.

Além dos mutantes: uma Feiticeira Escarlate como nos quadrinhos

Indo além, essa seria também uma oportunidade de ouro para a produtora desenvolver a Feiticeira Escarlate para um nível acima de poder, algo condizente com sua capacidade dos quadrinhos.

Isso porque no vindouro serviço de streaming Disney+ teremos a série WandaVision, e até agora pouco se sabe sobre essa produção. A verdade é que, após os eventos de Vingadores: Ultimato, a personagem deve estar se sentindo ainda mais isolada do mundo, o que possibilita um trabalho interessante em sua curva dramática. Por que não transformá-la numa espécie de vilã para os próximos filmes?

Ela perdeu boa parte da família antes de Vingadores: Era de Ultron, para logo em seguida perder seu irmão Pietro, onde ambos passaram por dolorosos experimentos aos cuidados do Barão Von Strucker. Ainda sem controle dos seus poderes, Wanda cometeu um grave erro em Capitão América: Guerra Civil, culminando com a perda do Visão em Vingadores: Guerra Infinita de modo trágico.

Nesse ponto é que poderia ser estabelecido a origem dos mutantes no MCU, que seriam criados por ninguém menos do que Wanda Maximoff. Se nos quadrinhos da Marvel Comics ela foi capaz de dar fim a eles, não seria nada forçado ela liberar as amarras que alguns humanos na Terra possuem com o gene mutante.

Não sei dizer se isso seria tão forçado quanto a Rainha Louca de Daenerys em Game of Thrones, mas é fato que a personagem já passou por muita coisa e, se levarmos em conta seu desempenho na batalha final de Ultimato, ela não matou Thanos por muito pouco, onde o Titã Louco teve que sacrificar boa parte do próprio exército para contê-la.

O fato é que queremos a Feiticeira Escarlate ainda mais próxima dos quadrinhos no MCU, e essa abordagem poderia fazer jus a esse sentimento. Queremos a bruxa que possui a capacidade de alterar a realidade, num nível tão cabuloso que deixaria até nossa ministra Damares Alves arrepiada.