Pendular | Filme de Julia Murat estreia nessa quinta-feira, dia 21de setembro

0
220

Premiado no Festival de Berlim desse ano e selecionado para o Festival de Brasília, o longa da diretoria Julia Murat estreia em circuito comercial

Pendular, filme dirigido por Julia Murat, premiado no Festival de Berlim desse ano e selecionado para o Festival de Brasília chega aos cinemas em circuito comercial nesta quinta-feira, 21 de setembro, com distribuição da Vitrine Filmes.

No filme, um jovem casal se muda para um grande galpão industrial abandonado. Uma fita laranja colada no chão divide o espaço em duas partes iguais: à direita o ateliê de escultura dele, à esquerda o estúdio de dança dela. O filme acontece neste ambiente onde arte, performance e intimidade se misturam; e onde os personagens perdem aos poucos a capacidade de distinguir entre seus projetos artísticos, o passado de cada um e sua relação amorosa.

O longa-metragem mistura linguagens do cinema, da escultura e da dança. A primeira inspiração para o filme deu-se a partir da performance Rest Energy, de Marina Abramovic e seu marido Ulay, em 1980. Nesta encenação, ambos seguravam um arco tensionado somente pelo peso de seus corpos, apontando uma flecha para o coração de Abramovic, explorando a confiança e a vulnerabilidade inerentes às relações humanas.

SOBRE JULIA MURAT

Julia Murat, dirigiu os documentários “Dia dos Pais” e “Manual Anti Distúrbio” e os longas-metragens de ficção “Histórias que só existem quando lembradas” (exibido em mais de 100 festivais internacionais e nacionais, entre os quais Veneza e Toronto, e vencedor de 30 prêmios) e “Pendular” (Vencedor do FIPRESCI no Festival de Berlim 2017).

Atualmente trabalha na produção do documentário “Excelentíssimos”, de Douglas Duarte, e no desenvolvimento do longa-metragem de ficção “Regra 34” e da série “Viaduto”.

Julia editou também filmes como “Olhar Estrangeiro”, “Maré nossa história de amor” e “Os dias com ele”.

SOBRE A VITRINE FILMES

Em sete anos, a Vitrine Filmes distribuiu mais de 70 filmes. Entre seus maiores sucessos estão Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, que alcançou mais de 200 mil espectadores; O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, considerado pelo New York Times um dos melhores filmes de 2012; o americano Frances Ha, indicado ao Globo de Ouro em 2014; Califórnia, filme de estreia de Marina Person, selecionado para o Festival de Tribeca; Mãe Só Há Uma, de Anna Muylaert, diretora do premiado Que Horas Ela Volta?; Aquarius, segundo longa de Kleber Mendonça Filho que competiu no Festival de Cannes e já levou 360 mil espectadores aos cinemas; e o documentário Cinema Novo, de Eryk Rocha, também selecionado para o festival. Este ano a Vitrine distribuiu O Filme da Minha Vida, terceiro longa de Selton Mello como diretor.

FICHA TÉCNICA:

Elenco: Raquel Karro, Rodrigo Bolzan, Neto Machado, Marcio Vito, Felipe Rocha, Renato Linhares, Larissa Siqueira, Carlos Eduardo Santos, Valeria Berreta, Martina Revollo

Diretora: Julia Murat
Roteiristas: Julia Murat, Matias Mariani
Produtoras: Julia Murat, Tatiana Leite
Co-produção: Juliette Lepoutre, Andrés Longares, Pierre Menahem, Júlia Murat, Felicitas Raffo, Julia Solomonoff, Canal Brasil e Telecine.
Diretora de fotografia: Soledad Rodrigues
Diretora de arte: Ana Paula Cardoso
Figurinista: Preta Marques
Editores: Lia Kulaukauskas, Marina Meliande
Som direto: Catriel Vildosola/ Desenho de som: Daniel Turin Fernando Henna
Compositores: Lucas Marcier, Fabiano Krieger
Casting: Maria Clara Escobar
Coreografias: Flavia Meireles
Esculturas: Elisa Bracher, Marina Kosowski