Aya e a Bruxa
Filmes

Aya e a Bruxa, animação 3D do Studio Ghibli, estreia em novembro na Netflix

Direção é de Goro Miyazaki, filho do mestre Hayao Miyazaki

Diego Barbarossa

13 out, 2021

A Netflix anunciou que Aya e a Bruxa, o primeiro filme 3D da história do Studio Ghibli, vai estrear dia 18 de novembro na plataforma.

Sob a direção de Goro Miyazaki (Contos de Terramar, Da Colina Kokuriko), filho do mestre Hayao Miyazaki, a animação é baseada no Tesourinha e a Bruxa (Earwig and the Witch, no original), escrito por Diana Wynne Jones, e acompanha uma orfã que vive no Orfanato de St. Morwald. Um dia, ela é adotada por Bella Yaga e logo descobre que sua mãe adotiva é uma bruxa. Mas, ao invés de se assustar, a jovem, junto de um gato falante, decide mostrar quem é que manda na casa.

Aya e a Bruxa conta com os roteiros de Keiko Niwa (Ocean Waves, Contos de Terramar) e Emi Gunji (Da Colina Kokuriko). Miho Satake (O Serviço de Entregas da Kiki), que ilustrou a edição japonesa do livro Tesourinha e a Bruxa, está creditada como designer dos personagens e cenários, trabalhando junto de Katsuya Kondo (Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar, O Serviço de Entregas da Kiki).

No Brasil, Tesourinha e a Bruxa foi publicado pelo selo Galera Junior. Esta não é a primeira produção do Studio Ghibli baseado em obra escrita por Wynne Jones. Em 2005, o estúdio lançou a animação de O Castelo Animado (Howl's Moving Castle, no original), baseado no livro escrito pela autora e lançado em 1986.

Deixe um comentário