5 filmes para curtir o espírito olímpico

421

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro já começaram. Não que seja uma novidade, já que não se fala em outra coisa desde a semana passada. Se você é um fãs de esportes, assim como eu, já deve ter parado para assistir algumas disputas. Vibrou, xingou e se emocionou com alguns feitos incríveis. É o tal do espírito olímpico que toma conta das pessoas de 4 em 4 anos. E é claro que uma fonte de grandes histórias como as Olimpíadas seria explorada pelo cinema, rendendo produções dos mais variados gêneros.

Hollywood gosta de histórias de superação, de enaltecer grandes campeões e mostrar o lado mais humano de todo esse glamour. Nessa lista você vai encontrar filmes que vão ampliar sua experiência durantes os jogos e te fazer enxergar além do que está sendo mostrado nos inúmeros canais de TV. Caso você não seja um entusiasta da Olimpíada no Rio de Janeiro, pode usar essas dicas para ter o que assistir durante a competição. No fim, todos saem ganhando. Olha o espírito olímpico agindo novamente 😉

Carruagens de Fogo (1981)

8iVAALSzBpPObA1F938OclhROid

Nada melhor para abrir essa lista do que um grande clássico do cinema. Vencedor de quatro Oscars, incluindo o de melhor filme, Carruagens de Fogo é apontado por muitos como o “melhor filme Olímpico”. A trama mostra dois jovens atletas durante as competições das Olímpiadas de 1924. Um deles é Eric (Ian Charleson), católico missionário fervoroso que corre em favor de Deus. O outro, Harold (Ben Cross), é um estudante judeu de Cambridge, determinado a alcançar a fama e vencer o preconceito da sociedade de sua cidade. Outro componente marcante é a clássica música-tema composta pelo grego Vangelis, que deve está ecoando em sua mente nesse exato momento.

Raça (2016)

maxresdefault

Pulamos de um clássico dos anos 80 para a produção mais recente dessa lista. Raça conta a vitoriosa história do esportista americano Jesse Owens (Stephan James), que brilhou nas pistas de atletismo dos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936. Na competição, ele venceu quatro medalhas de ouro e calou o preconceito em pleno território comandado pelo ditador Adolf Hitler. Um feito eterno que pode servir de lição para os dias de hoje.

Munique (2005)

munich-2005-tou-01-g

Tragédias, infelizmente, fazem parte da história olímpica. E algumas são causadas por motivos que vão além da disputa por uma medalha. Dirigido por Steven Spielberg, Munique trata de um grupo de agentes secretos do governo israelense enviado para encontrar os integrantes da chamada Organização Setembro Negro, grupo terrorista palestino responsável pelo sequestro e morte de 11 atletas de Israel em um atentado durante os jogos de 1972. Outra indicação sobre o mesmo tema é Munique, 1972: Um Dia em Setembro (documentário narrado por Michael Douglas e vencedor do Oscar em 2000).

Prova de Fogo (1998)

fiAxcT45YkU7bCbATHEe1MaGzhc

Produzido por Tom Cruise e escrito/dirigido por Robert Towne (a mente por trás de Chinatown), Prova de Fogo acompanha a história do famoso corredor olímpico Steve Prefontaine (Billy Crudup), desde sua juventude na Universidade de Oregon, onde trabalhou com o lendário treinador Bill Bowerman (Donald Sutherland), até a consolidação de sua carreira nas Olimpíadas de Munique e sua trágica morte em um acidente de automóvel. O curioso é que Prova de Fogo foi lançado um ano após Prefontaine, produção biográfica estrelada por Jared Leto (o Coringa de Esquadrão Suicida). Mas acabou fazendo mais sucesso que seu antecessor. No entanto, valem as duas indicações.

As Parceiras (1982)

MBDPEBE EC005

Se começamos com um clássico, nada melhor do que encerrar com outro. Robert Towne volta a nossa lista em seu primeiro trabalho como diretor. No auge da Guerra Fria, um grupo de atletas americanas se prepara para os Jogos Olímpicos de Moscou de 1980. Mas quando os EUA decidem boicotar a competição, elas precisam encontrar forças para seguir em frente. Além do aspecto esportivo, o longa também aborda a delicada relação entre as atletas Chris Cahill (Mariel Hemingway), Tory Skinner (Patrice Donnelly) e o treinador Terry Tingloff (Scott Glenn).

Claro que muitos filmes, do passado e do presente, ficaram fora dessa lista. Mas o intuito é ampliar sua experiência olímpica e mostrar que existem muitos aspectos e histórias incríveis por trás de cada medalha conquistada. E você, gostou das indicações? Sentiu falta de algum filme? Deixe sua resposta nos comentários.

Publicidade