Guardiões da Galáxia estreia dia 27 cercado de expectativas e algumas certezas, que podem ir além do fofíssimo bebê Groot

Guardiões da Galáxia Vol. 2 já é uma realidade. Com estreia marcada para o dia 27 de abril de 2017 nos cinemas nacionais, o lançamento da Marvel Studios chega para dar continuidade não apenas ao tão comentado universo expandido da produtora (MCU), mas também com o intuito de desenvolver mais os personagens que nos surpreenderam em 2014, no filme brilhantemente dirigido por James Gunn.

E como não poderíamos deixar de especular, abrimos a questão: será que Guardiões da Galáxia Vol. 2 será o melhor filme da Marvel já lançado?

No que depender do trabalho de Gunn, podemos ficar otimistas: a dedicação do cineasta no projeto é elogiável, sem contar na carismática figura atribuída a ele, que esteve na CCXP 2016 e conquistou o coração dos brasileiros que acompanharam o evento. Antes conhecido por roteirizar filmes desprezados como Scooby Doo e dirigir outros menos ainda conhecidos, como o divertido Super, ele se mostrou ao mundo como um grande player da indústria ao entregar um Guardiões da Galáxia que mantinha o espírito e boa parte da equipe renovada em 2008 nas HQs da Marvel e agregando outros elementos chaves como apelo retrô nas músicas, referências de diálogo e visual, além de trazer uma equipe de marginalizados, encabeçada Peter Quill (Chris Pratt), para salvar a galáxia.

Já projetando o presente, sabemos que a continuação abordará de alguma forma a relação de Peter com seu pai vivido por Kurt Russell. Também sabemos pelos trailers a respeito de novos personagens como Ayesha (Elizabeth Debicki), Mantis (Pom Klementieff) e Águia Estelar (Sylvester Stallone). Há também na introdução do filme uma gigantesca criatura, que deve render cenas excelentes. Porém, fora isso pouco se sabe da trama, fora a certeza de que daremos bastante risadas com a essência devidamente mantida como uma autêntica space opera cheia de explosões e viagens interplanetárias.

Mas como sempre, fica a expectativa por ligações e comprovações de teorias em relação ao MCU. Sabe-se que ao final da sessão teremos entre 4 e 5 cenas pós créditos, o que por si só já é algo empolgante. Levando em conta que a maioria possam ser cenas fofinhas do Baby Groot, ao menos em uma delas já é cert a relação com Thor: Ragnarok, cujo primeiro teaser deixou os fãs bastante empolgados para o seu lançamento em novembro desse ano. Ademais, não custa sonhar com algum conteúdo sobre Thanos (Josh Brolin, que também viverá Cable em Deadpool 2) e a vindoura Guerra Infinita, além de algum gostinho a mais sobre Adam Warlock, outro importante personagem cósmico da Marvel Comics. Vale lembrar que James Gunn estará presente como produtor de Vingadores: Guerra Infinita.

Não podemos nos esquecer também da declarada intenção de James Gunn em dar maior profundidade a personagens femininas, como Gamora (Zoe Saldana) e Nebulosa (Karen Gillian). Se a promessa for cumprida, consequentemente teremos o envolvimento (mesmo que indireto) da trama de Guardiões da Galáxia Vol. 2 com Thanos, uma vez que o Louco de Titã é o pai adotivo das duas.

Para aumentar ainda mais nosso otimismo, as primeiras reações ao filme indicam que o resultado é bastante emotivo e engraçado.

Concorda que o filme pode ser o melhor da Marvel Studios até então? Caso a resposta seja negativa, ao menos podemos esperar os mesmos elementos que fizeram do primeiro Guardiões da Galáxia um consumo obrigatório aos fãs de quadrinhos. Ah, e o terceiro filme da equipe cósmica já foi confirmado, com a direção do próprio James Gunn.

Curte Guardiões da Galáxia? Confira o Estilo Geek do canal faNATic, onde batemos um papo com a “Gamora” sobre o filme e óperas espaciais!