Shaman King
Animes e Mangás

Shaman King vai ganhar um mangá spin-off shoujo

Diego Barbarossa

2 nov, 2020

A última edição da revista Nakayoshi, uma das mais importantes revistas japonesas de mangás no estilo shoujo, da editora Kodansha, divulgou que Shaman King, obra escrita e ilustrada por Hiroyuki Takei, vai ganhar um mangá spin-off no estilo shoujo. Com o nome de Shaman King: Garden, a história vai começar a ser lançada já em dezembro de 2020.

De acordo com o ANN, o trabalho está sendo produzido por Jet Kusamura - criador de outro spin-off da série de Takei, o Red Crimson, com as artes de Kyō Nuesawa.  A história será focada em contar o passado das shamans - bastante conhecidas pelos leitores do mangá - Kanna, Matilda e Marion. Confira a arte conceitual revelada abaixo:

Já foi revelado que o mangá está sendo adaptado, mais uma vez, para anime, e que será lançado no primeiro semestre de 2021 - leia mais. Na trama, Yoh Asakura é um garoto xamã que treina para desenvolver suas habilidades e participar do torneio que vai decidir quem será o Rei Xamã.

Lançado de 1998 a 2004, pela Weekly Shonen Jump, o mangá de Takei foi um sucesso, vendendo cerca de 35 milhões de cópias, mas terminou sem um final digno. Em 2009, o autor retornou com a série, terminando o mangá com 300 capítulos e colocando um ponto final (?) para todo o arco.

Em 2011, o autor voltou com uma continuação da série principal, intitulada de Shaman King: Flowers. Já no ano de 2017, alguns problemas entre o autor e a editora, a Shueisha, fez com que houvesse o rompimento do contrato. Assim, a obra passou a ser publicada pela Kodansha. Com a nova editora, Shaman King passou por uma republicação, e logo ganhou novas edições e trouxe uma sequência de Flowers, o The SuperStars - que está em publicação no Japão.

No início dos anos 2000, a mangá de Takei ganhou uma adaptação para TV - mudando algumas coisas, em comparação com o mangá, como o final original, e contou com a direção de Seiji Mizushima (Fullmetal Alchemist), rendendo cerca de 64 episódios. No Brasil, a editora JBC publicou o mangá, em 64 volumes.

Deixe um comentário